FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 23 Mar 2016

“Dia Mundial da Água” marcado por anúncio dos vencedores do concurso “O rio perto de ti”

   O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental – CMIA anunciou os vencedores do concurso “O Rio Perto de Ti” no Dia Mundial da Água, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

  

O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental – CMIA anunciou os vencedores do concurso “O Rio Perto de Ti” no Dia Mundial da Água, esta terça-feira. No concurso promovido estiveram envolvidas quatro escolas, com oito turmas de diferentes níveis de ensino que apresentaram um total de 10 trabalhos, que estarão expostos no CMIA até ao fim do mês de março. Esta foi uma iniciativa que contou com a parceria dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC).
A turma vencedora do 1º ciclo foi o segundo ano da EB1 de Areosa, que vai receber kits sobre as ciências do meio aquático para os alunos. Já a turma vencedora do 3º ciclo foi o 8ª B da Escola Carteado Mena, em Darque, que vai receber um mini laboratório portátil para análises de água. Leonor Cruz, representante do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental, explicou à Geice que avaliaram “não só o rigor técnico dos conteúdos, mas também a forma como comunicam com o público que nos visita. A ideia era que os trabalhos transmitissem a importância da preservação dos ecossistemas ribeirinhos e a importância da água para a nossa vida”.
O projeto “O Rio Perto de Ti” começou em 2011 e já envolveu cerca de 2.000 alunos do concelho de Viana do Castelo, todos os anos com turmas diferentes. No início de cada ano letivo, o CMIA propõe às escolas a participação no projeto. “O cerne do projeto é os alunos compreenderem a importância enquanto recurso natural do ecossistema e também como bem essencial para a nossa vida e alimentação”, explicou Leonor Cruz.
“Tentamos que a metodologia utilizada vá de encontro aos programas curriculares das escolas, às faixas etárias que trabalham connosco e também de encontro à realidade e contexto do concelho”, declarou ainda. Para isso, o CMIA fornece alguns materiais pedagógicos de apoio aos professores, para a componente teórica. A componente prática inclui visitas às escolas, por parte do Centro de Monitorização e Interpretação, e também saídas de campo que acontecem em ecossistemas ribeirinhos “próximos das escolas”.
Este ano, o projeto teve o patrocínio dos Serviços Municipalizados, pelo que os alunos das escolas tiveram também a oportunidade de visitar algumas estações de tratamento e abastecimento de água. Leonor Cruz explicou que a ideia era que os estudantes percebessem “de onde vem a água que chega a nossa casa, onde é captada e os tratamentos a que é sujeita até chegar ao nosso lar”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts