FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 31 Mar 2016

Ex-aluno da UMinho quer acabar com o uso excessivo dos dois ecrãs para poupar energia

Paulo Carvalho, formado em Engenharia de Sistemas e Informática pela Universidade do Minho, quer acabar com a “tendência por vezes exagerada” dos dois ecrãs de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Paulo Carvalho, formado em Engenharia de Sistemas e Informática pela Universidade do Minho, quer acabar com a “tendência por vezes exagerada” dos dois ecrãs de computador para poupar energia. A proposta foi uma das ideias selecionadas para a ‘Sustainable Energy Week’, uma iniciativa da Comissão Europeia que pretende chamar a atenção para as alterações climáticas e a adoção de comportamentos mais sustentáveis. Na proposta ‘HalfScreen Day’, o engenheiro propõe que durante o mês de junho as pessoas trabalhem apenas com um ecrã de computador, poupando mais eletricidade. “O número de ecrãs utilizados está a crescer cada vez mais. Ao contrário do que acontecia nos anos 1990, hoje é comum usar-se dois ou até mais ecrãs. Uma opção prática mas por vezes desnecessária, uma vez que o segundo ecrã é frequentemente utilizado para tarefas secundárias e não essenciais em termos profissionais, como, por exemplo, a visualização da caixa de correio eletrónico”, realça Paulo Carvalho, investigador do Instituto de Ciência e Tecnologia do Luxemburgo (LIST), considerado o maior centro de investigação do país. “Este reconhecimento por parte do júri da ‘European Sustainable Energy Week’ prova que a ideia de reduzir a utilização de dois ecrãs no dia-a-dia não é de todo descabida. A participação nesta iniciativa advém da minha preocupação com o ambiente”, diz. “A UMinho contribuiu em muito para a minha formação enquanto profissional e cidadão ativo”, acrescenta. As soluções apresentadas serão aplicadas em toda a Europa ao longo do mês de junho.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts