FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 14 Mar 2016

Figurantes de 95 e 101 anos participam nos quadros da Páscoa em Alvarães

É já esta semana que a freguesia de Alvarães vive a Páscoa com toda a intensidade, promovendo momentos de representação que vão contar com a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

É já esta semana que a freguesia de Alvarães vive a Páscoa com toda a intensidade, promovendo momentos de representação que vão contar com a colaboração de cinco populares muito especiais: quatro idosos de 95 anos e um de 101 anos vão fazer parte dos diferentes elencos. A população da freguesia de Alvarães, no concelho de Viana do Castelo, junta-se este fim-de-semana às tradicionais recriações da “Entrada Triunfal” de Jesus em Jerusalém e da “Via Sacra,” que há mais de meio século, todos os anos, saem às ruas daquela vila de Viana do Castelo.
Os quadros vivos contam com a participação de mais de 150 pessoas, sobretudo jovens, que começaram a preparação há um mês, para retratar a caminhada de Jesus a carregar a Cruz desde o Pretório de Pilatos até o monte Calvário. Cerca de 50 idosos, 16 dos quais figurantes e devidamente trajados à época vão este ano, pela primeira vez, participar nos quadros vivos. Além disso, quatro idosos com 95 anos e um de 101 anos decidiram igualmente abraçar o desafio.
Júlio Vieira, estudante de 19 anos e elemento da organização, explicou que “antigamente eram apenas jovens, hoje temos pessoas de todas as idades, a freguesia está ativamente envolvida”. “Podemos dizer que há pelo menos um membro de cada família da freguesia representada nos quadros vivos. Temos pais e filhos, avós e netos”, revela. Num percurso de mais de três quilómetros, que a partir das 20:00 de sábado vai ligar as 14 capelas da freguesia, várias centenas de pessoas assistem a este momento de fé e arte popular em Alvarães.
Também Fernando Martins, presidente da Junta da Freguesia de Alvarães, assume que “é um grande orgulho para todos nós”. “De uma forma ou de outra, todas as pessoas da freguesia participam. É uma altura em que a freguesia está mobilizada”, realça.
Para assumir o papel de Jesus no quadro da Ceia, Maurício Miranda, de 28 anos, começou há três meses a deixar crescer a barba. Há mais de 20 anos que participa consecutivamente nos “Quadros Vivos” de Alvarães. “Mesmo quando estava na universidade, fora da freguesia, continuei a participar. Quero colaborar para que esta tradição se mantenha, porque Alvarães é única a manter estas memórias. Participo porque tenho uma educação religiosa, mas também pelo prazer de participar. É um dia de festa na freguesia, um dia de convívio aliado à fé”, conta este conservador-restaurador.
“É uma freguesia de muita devoção, em que as pessoas se unem em comunhão com a fé. A participação nestes momentos é enorme e a intergeracionalidade é muito interessante e o empenho cresce todos os anos”, garante o autarca Fernando Martins.
Além dos Quadros Vivos”, no sábado, o fim-de-semana santo que antecede a Páscoa apresenta em Alvarães a também já tradicional recriação da “Entrada Triunfal” de Jesus em Jerusalém. Acontece no domingo, pelas 10:00, com a Bênção dos Ramos, uma outra tradição secular na freguesia, que se cumpre no domingo anterior à Pascoa.
“Cada pessoa, agora, traz o seu raminho de oliveira. Logo no início da eucaristia o senhor padre faz a bênção dos ramos com uma leitura do evangelho. Existem oliveiras em Alvarães e as pessoas também têm nos seus quintais levam a mais para partilharem com o resto da freguesia”, explica Fernanda Sottomaior, da organização. Assim, centenas de ramos são benzidos, cumprindo-se a tradição local, que vai mais além da própria Páscoa em Alvarães.
“Há um respeito enorme pelo ramo benzido, ninguém o deita fora. Esse ramo é levado para casa e fica em lugar de destaque de um ano para o outro, simbolizando a paz naquela casa e naquela família. Ao fim de um ano é queimado e não pode ser deitado ao lixo”, destaca.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts