FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 14 Mar 2016

Freguesia de Argela com toponímia depois de criados 64 nomes de ruas, largos, caminhos e praças

Depois de terem sido criados 64 nomes de ruas, largos, caminhos e praças, a população da freguesia de Argela, no concelho de Caminha, vê assim […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Depois de terem sido criados 64 nomes de ruas, largos, caminhos e praças, a população da freguesia de Argela, no concelho de Caminha, vê assim concluído um anseio antigo. O processo de Toponímia da Freguesia de Argela está concluído, colmatando “vários problemas”. Segundo fonte do município caminhense, a conclusão da toponímia “satisfaz a vontade generalizada da população e resolve inúmeros problemas relacionados com a entrega de correspondência, a assistência médica local, a qualidade do serviço comercial de entrega de encomendas e mercadorias, o transporte de táxi, a valorização turística da localidade ou outras situações do quotidiano”.
Miguel Alves, presidente da Câmara de Caminha, enaltece o “contributo da Comissão de Cidadãos de Argela que contribuíram de forma essencial para que, finalmente a freguesia possa ter a toponímia que faz justiça com a população e com a sua história”.
Ao todo, a freguesia tem agora 64 nomes de ruas, largos, caminhos e praças, cada um com uma história. Por exemplo, a Rua da Santa Marinha foi assim designada por ser “a maior rua da freguesia, fazendo a ligação a vários lugares, fica por isso associada à padroeira da freguesia de Santa Marinha”; a Quelha dos Amores “por ser uma quelha muito estreita onde os namorados antigamente aproveitavam para namorar discretamente”; o Caminho da Páscoa por se tratar de um caminho que “em tempos era apenas utilizado no dia de Páscoa para a passagem do Compasso Pascal”; a Rua da Veiga por se situar “próxima de um conjunto de terrenos agrícolas denominados ‘veiga’”, entre muitas outras histórias e explicações.
Para que esta situação se tornasse realidade, foi constituída uma Comissão de Cidadãos de Argela que, de forma dedicada e independente, prestou um serviço cívico na formulação de uma proposta de atribuição toponímica à freguesia, e que foi sujeita a consulta e discussão pública. Depois do período de discussão pública, a Comissão Independente de Cidadãos de Argela apresentou as conclusões finais à respetiva Junta de Freguesia para se pronunciar sobre o trabalho, e cujo parecer foi favorável. Finalmente, a Junta de Freguesia de Argela solicitou ao presidente da Câmara Municipal que, nos termos da legislação, se pronunciasse sobre a toponímia da freguesia, de acordo com as conclusões finais da Comissão de Cidadãos, tendo todo o processo merecido a aprovação de Miguel Alves.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts