FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Mar 2016

PCP questiona Governo sobre a situação do pessoal afeto à Estação Salva-Vidas de Viana do Castelo

Os deputados do PCP, Carla Cruz e Jorge Machado, acabam de questionar o Ministério da Defesa Nacional sobre a situação do pessoal afeto à Estação […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Os deputados do PCP, Carla Cruz e Jorge Machado, acabam de questionar o Ministério da Defesa Nacional sobre a situação do pessoal afeto à Estação Salva-Vidas de Viana do Castelo. “O Grupo Parlamentar do PCP reuniu recentemente com pescadores de Viana do Castelo, tendo na reunião sido informado que a Estação Salva- Vidas de Viana do Castelo carece de meios humanos para socorrer em situação de acidentes no mar. Os pescadores referiram que existem apenas 3 operacionais que prestam socorro, o que impede que estejam operacionais 24 horas. Ora, a confirmar-se esta situação é muito preocupante e manifestamente insuficiente para fazer a salvação marítima”, pode ler-se no requerimento. A consulta do sítio eletrónico da Autoridade Marítima Nacional, no tocante ao mapa de pessoal civil afeto ao Instituto de Socorro a Náufragos relativo ao ano de 2014, evidencia que existiam no total 97 trabalhadores civis, afirmam os deputados, que acrescentam que “esta estrutura tem um papel indispensável e insubstituível a desempenhar, podendo a sua rápida intervenção significar a diferença entre a vida e a morte dos que trabalham no mar, bem como de outros que por razões diversas tenham acidentes no mar”. Como tal, pretendem agora que o Ministério da Defesa Nacional clarifique se confirma que no posto de Viana do Castelo do Instituto de Socorros a Náufragos existem apenas 3 operacionais; se reconhece o Governo que esse número é insuficiente para assegurar o socorro, se necessário, 24 horas por dia; que medidas vão ser tomadas pelo Governo para colmatar esta insuficiência; quantos operacionais estão afetos ao Instituto de Socorros a Náufragos e quantos trabalhadores das diversas categorias são necessários para assegurar o socorro todos os dias do ano.
Foto: Rui Amaro

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts