FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Mar 2016

PSD de Ponte de Lima diz que criação de lugares para motociclos no Largo de Camões é “inqualificável”

No concelho de Ponte de Lima, o PSD local mostra-se indignado com a criação de lugares reservados para o estacionamento de motociclos no Largo de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

No concelho de Ponte de Lima, o PSD local mostra-se indignado com a criação de lugares reservados para o estacionamento de motociclos no Largo de Camões, em pleno centro histórico da vila mais antiga do país. Nuno Matos, vice-presidente do PSD limiano, garantiu à Geice que o PSD “torna pública a sua indignação por mais uma medida inqualificável, tomada unilateralmente pela maioria CDS no executivo municipal de Ponte de Lima”.
Para os social-democratas, esta é uma decisão “desprovida de qualquer sentido estético ou de respeito pelo património ou pessoas”, até porque “descaracteriza o Largo de Camões, retirando espaço público aos cidadãos”. Segundo Nuno Matos, a decisão ganha contornos “ainda mais graves e absurdos” considerando que a presidência da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico é assegurada pelo município de Ponte de Lima.
“Infelizmente a maioria CDS pensa que é dona da Câmara Municipal, mas o executivo é composto pelos vereadores eleitos do CDS e também pela oposição”, declarou o representante.
“Existem várias alternativas para o estacionamento de motociclos que serão uma boa solução, com uma localização mais adequada, preservando o nosso património e a nossa ‘sala de visitas’”, considera Nuno Matos. O vereador laranja na autarquia limiana, Manuel Barros, irá solicitar, na próxima reunião da Câmara Municipal de Ponte de Lima, que o largo de Camões seja devolvido aos limianos, refere ainda o PSD local.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts