FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 17 Abr 2016

Vianense B sem suplentes venceu Perre por 3-4

Numa tarde de muito sol, choveram golos no Campo Senhora do Olival, no confronto entre o Perre e o Vianense B. Apesar de os anfitriões […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Numa tarde de muito sol, choveram golos no Campo Senhora do Olival, no confronto entre o Perre e o Vianense B. Apesar de os anfitriões terem dado luta do princípio ao fim, a equipa da cidade acabou por vencer por 3-4, com uma alta eficácia dos jovens comandados por César Gonçalves. Sem qualquer jogador no banco, o treinador do Vianense B assumiu dificuldades na constituição da equipa, que contou com sete defesas, mas acabou por conquistar os três pontos frente a um Perre que sonhou sempre com a reviravolta do marcador.
Logo aos 15 minutos da partida, remate forte e colocado de fora da área, da autoria de João Miguel, a abrir o ativo e a fazer o 0-1. Reagiu a equipa da casa, com duas boas oportunidades, ambas desperdiçadas, respectivamente por Álvaro e Márcio Minas, as duas figuras da equipa da casa no jogo. Aos 25 minutos, os visitantes alcançam o 0-2 por intermédio de Leandro que, na pequena área, emenda para golo um desvio ao primeiro poste de Maior, na sequência de um pontapé de canto.
Passados cinco minutos, o Perre volta a entrar na discussão do resultado: Álvaro isola-se e bate Carlos, reduzindo para 1-2. O Vianense B voltou a mostrar-se muito forte nas bolas paradas e aproveitou um canto, com Salgueiro, ao segundo poste, a empurrar a bola para o fundo das redes, fazendo o 3-1 para os azuis de Viana aos 42 minutos.
Na segunda parte, o Perre reentrou na partida com o objetivo de superar os adversários e, aos 68 minutos, Márcio Minas reduz para 2-3. Na sequência de um canto, a bola é aliviada para a entrada da grande-área e o médio da equipa da casa a rematar forte e colocado, sem hipótese de defesa para o guardião vianense.
O quarto golo dos azuis de Viana chega aos 75 minutos, numa grande jogada, em velocidade, de Maior, que se isola e toca para Luís Viana, que marcou para os comandados de César Gonçalves. A equipa da casa, a 10 minutos do fim, volta a marcar, novamente por intermédio de Álvaro, que, ao bisar no jogo, dava esperanças à equipa orientada por Francisco Dias.
O treinador arrisca tudo para os últimos minutos, colocando em campo Faria, habitual guarda-redes suplente, mas que entrou para a frente de ataque. Foram minutos de muito jogo direito por parte da equipa da casa, mas que acabaram por não se traduzir em mais qualquer golo. Jogo muito emotivo, com muitos golos e com incerteza no desfecho final até ao último segundo, mas que acabou nos 3-4, dando três pontos ao Vianense B.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts