FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Mai 2016

Biblioteca Pública de Braga homenageia Umberto Eco

A Biblioteca Pública de Braga apresenta até 20 de maio uma exposição documental sobre Umberto Eco, escritor e académico incontornável do nosso tempo. A mostra […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Biblioteca Pública de Braga apresenta até 20 de maio uma exposição documental sobre Umberto Eco, escritor e académico incontornável do nosso tempo. A mostra inclui 120 obras do autor, biografias, edições periódicas, estudos e referências enciclopédicas e de imprensa sobre os principais momentos do seu percurso. A exposição, patente no átrio daquela unidade cultural da UMinho, pode ser visitada gratuitamente todos os dias úteis, das 9h-13h e 14h-18h. O intelectual italiano Umberto Eco, recentemente falecido, foi professor titular de Semiótica e diretor da Escola de Ciências Humanas na Universidade de Bolonha. Ensinou temporariamente nas universidades de Yale, Columbia, Harvard, Toronto e no Collège de France. O filósofo e crítico colaborou em múltiplas publicações, abordando os mais diversos temas. Foi ainda notório escritor de romances como “O nome da Rosa”, “O Pêndulo de Foucault”, “A ilha do dia antes” e “O cemitério de Praga”. Eco publicou também ensaios ímpares, nomeadamente “O signo” e “Os limites da interpretação”, organizou obras como “História da beleza, História do feio e História das terras e dos lugares lendários” e ficou igualmente conhecido pelo clássico da pedagogia “Como se faz uma tese em Ciências Humanas”. A Biblioteca Pública de Braga (BPB) está a reforçar a sua presença na comunidade, sensibilizando-a para o seu espólio de 500 mil volumes e de 30 mil publicações periódicas. Recentemente dedicou mostras documentais a nomes como Eça de Queirós, Humberto Delgado, Bartolomeu dos Mártires e Vasco Graça Moura.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts