FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Mai 2016

Livro “Actas da jornada Abel Viana – Paixão pela Arqueologia” apresentado em Lisboa

O livro “Actas da jornada Abel Viana – Paixão pela Arqueologia”, editado pela Fundação da Casa de Bragança, foi apresentado no Museu Nacional de Arqueologia, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O livro “Actas da jornada Abel Viana – Paixão pela Arqueologia”, editado pela Fundação da Casa de Bragança, foi apresentado no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. A edição sobre o arqueólogo vianense, que foi uma das personalidades incontornáveis da história e da cultura nacionais, será agora apresentada em Viana do Castelo.
O livro, justificado pelo facto do Museu-Biblioteca da Casa de Bragança ter uma coleção de arqueologia significativa, exposta no Castelo de Vila Viçosa e que integra artefactos com cronologias do Neolítico à Idade Moderna, oriundos sobretudo do Alentejo mas também do Mediterrâneo Oriental e da América Latina, integra as actas da evocação feita ao arqueólogo em 2014, no cinquentenário do seu desaparecimento.
Na altura, foram organizadas as Jornadas Europeias do Património com um ciclo de conferências sob a égide de “Abel Viana – Paixão pela arqueologia” e que agora foram transpostas para livro pela Fundação. A edição conta com o apoio de várias entidades e tem apresentação de Marcelo Rebelo de Sousa.
A Câmara Municipal de Viana do Castelo pretende apresentar, em breve, esta edição, uma vez que o arqueólogo vianense marcou a história da cidade e ficou conhecido pelo seu estudo da cividade de Âncora Afife e da Mamoa da Cova da Moura, em Carreço, mas também em intervenções no Algarve e no Alentejo. Foi também Abel Viana o autor da primeira Carta Arqueológica do Alto Minho e o inventariador do traje e das tradições do concelho de Viana do Castelo, tendo mesmo sido um dos grandes e mais importantes impulsionadores das festas d’Agonia.
De lembrar ainda que, em 2015, a autarquia promoveu a exposição “Abel Viana Retrato de uma Vida”, que celebrava o vianense que se notabilizou em várias áreas do conhecimento com fotografias, documentos, instrumentos de trabalho, mas também dos seus trabalhos e estudos e ainda representações do seu trabalho de campo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts