FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 22 Mai 2016

Loja Social de Esposende: Doações aumentaram 45%

Em 2015, registou-se um aumento do número de doações à Loja Social de Esposende, de bens distribuídos às famílias mais carenciadas, e de trocas de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em 2015, registou-se um aumento do número de doações à Loja Social de Esposende, de bens distribuídos às famílias mais carenciadas, e de trocas de bens efetuadas neste espaço, a par de uma maior expressão ao nível do voluntariado social. Os dados constam do relatório de atividade da Loja Social relativo ao ano transato, recentemente validado pelo Núcleo Executivo da Rede Social de Esposende, que refletem a dinâmica deste projeto concelhio, que tem vindo a afirmar-se uma rede de partilha e solidariedade de toda a comunidade. Em atividade desde dezembro de 2011, este projeto constitui-se um complemento à intervenção social, na medida em que permite o acesso e troca de bens por parte da comunidade, rentabilizando recursos disponíveis, e eliminando eventuais sobreposições na intervenção, permitindo um melhor planeamento entre serviços e entidades. O relatório de atividade de 2015 dá conta de um aumento de 45,2% do número de doações à Loja, que representam 47,7% da sua totalidade desde a abertura da Loja, sendo que a maioria foi efetuada por particulares (66,7%). De salientar um aumento significativo das doações por parte de associações e empresas (22%), em resultado de um maior conhecimento do projeto. Assegurando a sustentabilidade do projeto, o número de bens doados à Loja continua a ser superior aos bens atribuídos às famílias, e os bens alimentares, bens com maior procura por parte das famílias acompanhadas socialmente, continua a ser suficiente face às necessidades sentidas. Significativo foi também o aumento do número de trocas (45,5%), em que quem doa bens à Loja pode levar em troca. Das 535 famílias registadas na Plataforma de Gestão Integrada da Loja Social, 78 deram entrada no sistema em 2015 e somente um universo de 244 se encontraram a beneficiar desta resposta ao abrigo da intervenção social realizada pelos/as técnicos/as das entidades com responsabilidade nesta matéria, na medida em que muitas delas optam pela possibilidade da troca, autonomizando-se e adotando comportamentos mais conscientes no que à sustentabilidade ambiental diz respeito.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts