FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 03 Mai 2016

“Torre de Lapela” – Monumento nacional com mais de 100 anos abre depois de obras de requalificação

Em Monção, no final deste mês, é inaugurado o Núcleo Museológico “Torre de Lapela”, imóvel histórico que está classificado como monumento nacional desde 23 de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Monção, no final deste mês, é inaugurado o Núcleo Museológico “Torre de Lapela”, imóvel histórico que está classificado como monumento nacional desde 23 de junho de 1910. O monumento abre no dia 27 de maio, sexta-feira, pelas 21h00, no âmbito das festas concelhias do Corpo de Deus/Festa da Coca.
A empreitada, adjudicada por cerca de 70 mil euros com financiamento no âmbito do “QREN – Valorização e Qualificação Ambiental – Eixo III – Património Cultural”, englobou a restauração da torre de menagem, a beneficiação do pavimento envolvente e a valorização dos canastros existentes.
Trata-se, segundo o autarca local, Augusto Domingues, de uma aposta clara do atual executivo na valorização do património construído e na revitalização da memória coletiva dos monçanenses, assumindo-se como mais um motivo de visita para quem se desloca a Monção.
Imóvel classificado como monumento nacional desde 23 de junho de 1910, a Torre de Menagem de Lapela constitui uma edificação com elevado significado histórico-cultural e um apelativo enquadramento paisagístico sobre o casario tradicional de Lapela, rio Minho e margem galega. Edificação com valor histórico e cultural, a sua construção é austera e minimalista, onde o supérfluo não existe e a beleza reside na simplicidade. Apresenta uma tipologia de torre isolada, com remate ameado e acesso principal e único num patamar elevado.
Cumprindo a sua função defensiva na linha do rio Minho, possui cisterna, paredes em alvenaria de granito aparelhado com 2,5 metros de espessura e passadiço ao nível da cobertura, terminado em telha tradicional. Tem 27 metros de altura e cerca de 11,50 metros de largura.
Nos últimos anos, talvez derivado da proximidade da Ecopista do Rio Minho, a torre de menagem tem sido muito procurada por turistas nacionais e estrangeiros. A dificuldade e precaridade do acesso ao interior e à cobertura, tem constituído, no entanto, uma grande adversidade para a promoção deste espaço singular. Esta questão será agora ultrapassada com a sua abertura ao público, passando Monção a contar com mais um local visitável.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts