FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Mai 2016

Viana do Castelo e Esposende promovem Caminho Português da Costa este sábado

Este sábado, a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Câmara de Esposende promovem um passeio em parte do Caminho Português da Costa, entre […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Este sábado, a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Câmara de Esposende promovem um passeio em parte do Caminho Português da Costa, entre o Albergue das Marinhas (Esposende) e o Hospital Velho, em Viana do Castelo, com paragem na Igreja de Santiago, em Castelo de Neiva, onde está o mais antigo testemunho dos Caminhos de Santiago.
No passeio participam membros da Ordem do Caminho de Santiago Português e Galego, mas também o Director General del Xacobeo, da Fundación Expourense (que integra a Xunta de Galicia, a Diputación, os Ayuntamientos de Ourense, San Cibrao y Barbadás, a Cámara de Comercio e a Confederación de Empresarios y Abanca), e ainda os responsáveis pelo turismo dos dois municipios.
O passeio terá início nas Marinhas e terá paragem, ao meio-dia, na Igreja de Santiago de Castelo de Neiva, onde participa também o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo. É aí que foram encontrados, em 1931, aquando de obras na igreja paroquial, dois importantes documentos arqueológicos: uma ara votiva de período romano, dedicada às divindades dos caminhos e a inscrição de consagração da Igreja a Santiago datada do ano 862, sendo a consagração mais antiga ao apóstolo feita fora do território espanhol.
Por isso, e se dúvidas houvesse que um caminho para Santiago tão próximo do litoral existia, essas vinham por terra a partir do momento em que assumimos que o mais antigo testemunho de devoção ao Santo, que se encontra em território português está na Igreja Paroquial de Castelo de Neiva já que Sagração da Igreja de Santiago data de 862.
O passeio termina no Hospital Velho, na Praça da Erva, também um local emblemático já que o apoio aos viajantes era realizado através de uma rede assistencial que assentava no funcionamento de estalagens e hospitais. Estas estruturas permitiam o necessário repouso e restabelecimento das forças, bem como a alimentação necessária para percorrer a jornada seguinte. Em Viana, existia o Hospital Velho.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts