FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Jun 2016

Câmara de Caminha assegura Ensino Secundário em Vila Praia de Âncora

O diálogo entre a Câmara de Caminha e o Ministério da Educação permitiu assegurar o Ensino Secundário para Vila Praia de Âncora, assim como as […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O diálogo entre a Câmara de Caminha e o Ministério da Educação permitiu assegurar o Ensino Secundário para Vila Praia de Âncora, assim como as condições para a continuação do trabalho da Ancorensis Cooperativa de Ensino. Disso mesmo deu conta, esta quarta-feira, a autarquia caminhense, que refere que “pela primeira vez na história de Vila Praia de Âncora, a oferta da escola pública vai incluir o Ensino Secundário. Isso acontecerá já a partir do próximo ano letivo e após a realização de importantes obras no estabelecimento de ensino, que terão início dentro de muito pouco tempo”. Para o presidente da Câmara de Caminha, Miguel Alves, esta decisão “histórica” vem dar cumprimento às moções aprovadas em Assembleia Municipal, que mandataram a Câmara para lutar pela manutenção do Ensino Secundário em Vila Praia de Âncora, mas também pela continuidade da Ancorensis e designadamente dos postos de trabalho dos professores e funcionários. “Caberá agora à Ancorensis decidir o seu futuro e agarrar, se assim o entender, a oportunidade que vai ser aberta através da adesão do Município ao programa “Qualifica””, acrescenta a autarquia, que refere que entretanto, no próximo ano letivo, o Estado continuará a assegurar os contratos para os 8º, 9º, 11º e 12º ano, transferindo para a Ancorensis cerca de 900 mil euros. Na seuqência das negociações entre a autarquia e a tutela,  a secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, determinou a abertura do 10.º ano, no próximo ano letivo, na Escola Básica de Vila Praia de Âncora, iniciando-se, assim, o ciclo de estudos do Ensino Secundário que culminará, nos próximos três anos, com a disponibilização, à comunidade servida por esta escola, de uma oferta de ensino regular completa. Para melhorar as condições de acolhimento dos alunos, o Ministério da Educação iniciará, nos próximos dias, um investimento que se estima em 185 mil euros, para a substituição parcial de coberturas de fibrocimento, arranjos gerais das instalações e remodelação de espaços para montagem de laboratórios de física e biologia. Previsivelmente, os trabalhos ficarão concluídos antes da abertura do próximo ano escolar. Paralelamente, prosseguem os trabalhos de articulação entre o Município de Caminha e o Ministério da Educação, visando a instalação de um “Centro Qualifica” no Vale do Âncora, que poderá ficar na Ancorensis. A medida aguarda a publicação da respetiva regulamentação para ser contratualizada, e que possibilitará à cooperativa de ensino Ancorensis, se esta entender aderir a esta possibilidade, diversificar a sua oferta formativa e fontes de financiamento.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts