FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 23 Jun 2016

Novo presidente da CCDR-N é “homem certo” para superar “momento complicado”

Esta quinta-feira, o secretário-geral do Eixo Atlântico, Xoan Mao, considerou que o novo presidente da Comissão da Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) é […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta quinta-feira, o secretário-geral do Eixo Atlântico, Xoan Mao, considerou que o novo presidente da Comissão da Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) é o “homem certo” para liderar a estrutura “neste momento complicado”. Xoan Mao referiu ainda ter “expectativas muito positivas sobre Freire de Sousa, à margem de uma apresentação da 54ª edição da Festa do Polvo da localidade de Carballiño, na Galiza, que aconteceu em Viana.
“Tenho expectativas muito positivas sobre o novo presidente da CCDR-N. Em princípio é o homem certo para o lugar certo, neste momento complicado. Mas não serve só o perfil. Tem que ser um homem de bom senso, de diálogo, de governação, de que as coisas têm que ser feitas com transparência, em negociação com as câmaras”, ditou o representante do Eixo Atlântico. Recorde-se que o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas escolheu, na terça-feira, o economista Fernando Freire de Sousa para assegurar a presidência da CCDR-N, após a exoneração de Emídio Gomes.
O secretário-geral garantiu que a “atitude” do Eixo Atlântico, entidade transfronteiriça que junta 38 municípios portugueses e galegos, “é sempre a mesma atitude para todos os presidentes quer da CCDR-N, quer da Junta da Galiza”, dizendo que a estrutura oferece sempre “lealdade, transparência e cooperação”. “Se a pessoa nos paga com a mesma moeda, estamos à vontade”, revelou.
“Se o presidente é uma pessoa que entende a mensagem e nos dá a mesma lealdade e transparência, nós teremos o mesmo relacionamento espetacular que tivemos com Valente de Oliveira, Braga da Cruz Carlos Lage e Arlindo Cunha”, explicou ainda o representante.
Por isso, mostra ter esperança na nova liderança da CCDR-Norte: “Fundamentalmente tem as todas as condições necessárias para ser presidente da CCDR-N como já disse Ricardo Rio [presidente do Eixo Atlântico], nomeadamente, nesta altura complicada. É uma pessoa de bom senso, conciliadora e as informações que tenho é de que é uma pessoa honesta. É o perfil certo para, numa situação complicada, conduzir a CCDR-N para que volte a ser a grande instituição do Norte, com prestígio mesmo a nível europeu”, vaticinou.
Xoan Mao afirmou ainda que “nos 21 anos como secretário-geral do Eixo Atlântico só tive desentendimentos com um presidente da CCDR-N”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts