FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 28 Jul 2016

Abel Baptista denuncia: Hospital de Ponte de Lima vai perder serviço de Medicina Interna

O deputado Abel Baptista, eleito pelo círculo de Viana do Castelo, denunciou esta quinta-feira à noite que o Hospital de Ponte de Lima vai perder […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O deputado Abel Baptista, eleito pelo círculo de Viana do Castelo, denunciou esta quinta-feira à noite que o Hospital de Ponte de Lima vai perder o serviço de Medicina Interna. Segundo o deputado eleito pelo CDS, o serviço de medicina interna do Hospital Conde de Bertiandos, que pertence à Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), vai deixar de funcionar a partir de segunda-feira, dia 01 de agosto.
Para o responsável, com esta medida “saem prejudicados os utentes de todo o distrito de Viana do Castelo, isto porque para além dos utentes dos concelhos de Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Paredes de Coura e Ponte de Barca diretamente servidos por este estabelecimento, vai o serviço de urgência de Viana de Castelo ficar ainda mais sobrecarregado dado que já é hoje um serviço com muita procura dado ser o único a nível distrital”.
Por causa desta situação, o deputado que anunciou que vai deixar os cargos políticos em setembro já solicitou reunião com o presidente do conselho de administração da ULSAM “que apenas poderá ocorrer na próxima semana” e dirigiu “um requerimento ao Ministro da Saúde” para que informasse sobre esta situação. Segundo Abel Baptista, esta é “mais uma lamentável quebra de prestação de serviços à população do Alto Minho”. “Acho que, para além da Liga de Amigos do Hospital Conde Bertiandos, precisamos de criar uma comissão de utentes para defender os nossos interesses e direitos, deixo aqui o desafio”, vaticinou o deputado. Além disso, referiu ter tido conhecimento de que o Hospital Conde de Bertiandos “tem o seu sistema de ar condicionado avariado há cerca de um mês”, acusando as chefias de nem se “dignarem” a visitar as instalações. “Numa altura em que as temperaturas rondam os 40º, como podem os utentes estar confortáveis para recuperação numas instalações que se transformam num verdadeiro forno?”, questiona.
Recorde-se que, há cerca de duas semanas, o deputado eleito pelo CDS anunciou que vai abandonar o seu lugar na Assembleia da República.  O político decidiu abandonar todos os cargos partidários em ruptura com a líder do partido, Assunção Cristas, por causa de divergências na escolha do candidato à Câmara Municipal de Ponte de Lima para as eleições autárquicas de 2017.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts