FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Jul 2016

“Alma Vianense” foi feita por 130 pessoas e já bate ao ritmo dos Bombos de Viana

    Esta sexta-feira foi inaugurado o projeto “Alma Vianense”, da autoria do jovem arquiteto Tiago Arieira, e que é constituído por uma grande estrutura feita […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

   

Esta sexta-feira foi inaugurado o projeto “Alma Vianense”, da autoria do jovem arquiteto Tiago Arieira, e que é constituído por uma grande estrutura feita com a colaboração de 130 vianenses. No âmbito do Pulsar Viana, o projeto foi criado sob influência dos covos de pesca e dos sentimentos, dos corações e das tradições de Viana, redefinindo a entrada sul do Estação Viana Shopping. O projeto inclui duas estruturas, ligadas entre si, onde estão colocadas interpretações dos Corações Vianenses, ativados mediante a passagem de pessoas, libertando batimentos cardíacos, reinterpretados através de Bombos de Viana, transportando o espetador para uma alvorada vianense, criando uma plataforma de arte pública viva.
O contraste dos perfis metálicos frios, usualmente ocultos nas construções, com o colorido dos bordados, conduz cada indivíduo para uma dimensão estética genuína, numa instalação com cerca de 30 metros de comprimento e 3 metros de altura.
Tiago Arieira, de 29 anos, é natural de Viana do Castelo, estudou na Escola de Arquitetura de Guimarães e vive atualmente em Londres. Foi contactado pelo Estação Viana Shopping e desafiado para a criação deste projeto. “Percebi que seria interessante pegarmos nos covos, que se encontram na doca de Viana, e tentarmos redesenhar a entrada do centro comercial através de uma estrutura. Depois de estudarmos a ideia, pensamos nos bordados como uma hipótese a pensar”, assegurou o arquiteto, dizendo que o objetivo foi “agitar e provocar as pessoas”, convidando a comunidade a participar neste trabalho.
O responsável explicou que “todos os contributos” são especiais, dizendo que recebeu trabalhos de crianças com 5 anos e de idosos com 94 anos. Entre os diversos Corações de Viana, encontra-se também Nossa Senhora d’Agonia, os bombos, os foguetes e o mar de Viana.
“Penso que, de facto, só seria possível nesta cidade ter uma participação massiva como esta. Temos mais de 130 trabalhos, pessoas de todas as idades. Quando comecei a receber os trabalhos, foi interessante perceber como tudo isto se ia ligar”, realçou o jovem.
Durante quatro meses, o Estação Viana Shopping transforma-se no coração de Viana do Castelo, local onde se vai promover a iniciativa “Pulsar Viana” que pretende, em conjunto com a comunidade, impulsionar a cultura da região. Fazem parte da iniciativa ações tão diversas como exposições de arte, exposição de trabalhos de artistas locais de obras características da região, workshops de tradições locais e ainda promoção de atividades alusivas à saúde e bem-estar.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts