FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 30 Jul 2016

Bombeiros de Valença voltavam de incêndio urbano e acabaram por adoptar cadela Kika

Em Valença, os Bombeiros Voluntários parecem querer seguir o bom exemplo da corporação vianense a acabam de adoptar a cadela Kika, que já é considerada […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Valença, os Bombeiros Voluntários parecem querer seguir o bom exemplo da corporação vianense a acabam de adoptar a cadela Kika, que já é considerada parte integrante da equipa. Através da página oficial dos Bombeiros Voluntários de Valença na rede social Facebook é contada a história da pequena cadela, que tem apenas três meses de idade, pêlo castanho e comprido e uma assumida tendência para fazer asneiras.
Explica a corporação de soldados da paz que no dia 13 de julho a Equipa de Combate a Incêndios (ECIN) vinha de um incêndio urbano, em Ganfei, quando viu na frente do camião uma pequena cadela, “muito assustada e com muito medo”. Primeiro, a cadela tentou fugir, mas os bombeiros acabaram por apanhá-la e descobriram uma fêmea “muito fraquinha, já que não comia há dias”. O animal acabou por seguir viagem “no camião dos bombeiros” e, num relato que é feito com a “voz” da cadela, admitem que a Kika logo percebeu “que estava prestes a ganhar uma nova família”. “Mal cheguei à minha nova casa, o quartel dos Bombeiros de Valença, fui logo mimada por todos. Depois de a minha nova família falar com quem de direito tive autorização para ficar aqui para sempre, para sempre”, revela então a nova mascote da corporação.
Passados poucos dias a cadela adoeceu, acabou por ser 6 dias internada numa clínica veterinária, pois teria comido veneno dos ratos enquanto estava na rua. “O diagnóstico não foi o melhor: comi veneno de ratos, enquanto estava abandonada, e tinha os pulmões com muito sangue. Na noite em que me levaram estava tão fraquinha que temeram o pior. Mas como podia eu abandonar a minha nova família, depois de me sentir tão amada?! Lutei, lutei muito e com a ajuda da medicação que a Doutora Karina Viães e toda a sua equipa me deram, no Centro Veterinário de Valença, fiquei muito melhor, agora estou a recuperar, já em casa”, conta então a mascote.
Por estes dias a Kika foi já levar a sua primeira vacina e tem andado pelo quartel, “a brincar com a minha família, com os meus brinquedos todos e, claro, a fazer algumas asneiras”, admite a corporação, que revela que a pequena cadela ainda não percebeu muito bem “o que tem de fazer para controlar a bexiga”.
No final do anúncio, fica o convite para que todos visitem a Kika e, quem sabe, se candidatem para serem voluntários nos Bombeiros de Valença, já que a corporação está com candidaturas abertas para o corpo de bombeiros. “Quando quiserem podem vir visitar-me aqui ao meu quartel e também podem trazer presentes, eu não me importo! Lambidelas da vossa Kika”, termina a publicação.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts