FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Jul 2016

Exposição “O Tempo Resgatado ao Mar” exibe em Viana tesouros do fundo do mar

Inaugura este sábado a exposição “O Tempo Resgatado ao Mar”, que estará patente até final do ano no Museu de Artes Decorativas, no Largo de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Inaugura este sábado a exposição “O Tempo Resgatado ao Mar”, que estará patente até final do ano no Museu de Artes Decorativas, no Largo de S. Domingos, em Viana do Castelo.
O mar, recurso sempre presente na nossa história coletiva, foi novamente escolhido neste início de século para desígnio nacional. Neste contexto, o museu municipal apresenta uma exposição cuja maior parte do espólio é proveniente do fundo do mar – um ambiente misterioso e inacessível para a grande maioria de nós, mas onde existem abundantes vestígios de histórias de outros tempos e de muitas gentes quase sempre associados a uma dimensão trágico-marítima.
“O tempo resgatado ao mar” dá-nos a conhecer os principais resultados da atividade arqueológica náutica e subaquática realizada em Portugal nos últimos cerca de trinta anos. Na exposição podem ser contempladas pela primeira vez, três pirogas monóxilas em madeira de carvalho provenientes do rio Lima – piroga nº 1, piroga nº 6 e piroga nº 2.
Esta exposição é organizada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, Direção Geral do Património Cultural e Museu Nacional Arqueologia.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts