FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 03 Ago 2016

Câmara de Viana faz queixa no Ministério Público para saber quem envenenou gatos na Abelheira

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai avançar esta quarta-feira com uma queixa no Ministério Público para tentar descobrir quem envenenou uma colónia de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai avançar esta quarta-feira com uma queixa no Ministério Público para tentar descobrir quem envenenou uma colónia de gatos de rua na Abelheira. Ana Margarida Silva, vereadora na autarquia vianense, confirmou à Geice a queixa da autarquia, dizendo que “pode ter sido cometido um crime“ se se confirmar que os gatos foram envenenados.
“Estamos naturalmente preocupados com esta situação por várias razões: primeiro pelos maus tratos que alegadamente terão sido infligidos a estes gatos, e também pelo perigo que representa para as crianças que frequentam aqueles espaços”, indicou a vereadora.
Ao tomar conhecimento do caso, a Câmara de Viana começou a preparar a queixa ao Ministério Público. Também a polícia já foi ao local verificar a situação e os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) estão a proceder a uma vistoria da zona para a eventual remoção dos cadáveres.
“A nossa primeira ação é apresentar queixa junto do Ministério Público”, reafirmou a representante da autarquia, dizendo que também já estão a trabalhar em conjunto com a União de Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela, “que já demonstrou preocupação com esta situação”, e com a associação Vila Animal, para tentar ver “o que se pode fazer para evitar que estas situações se repitam”.
“A informação que nos deram foi que o senhor que fez a denúncia recolheu oito cadáveres de gatos. A polícia esteve no local e não encontrou mais nenhum, mas como é um local com bastantes silvas os SMSBVC vão fazer uma limpeza maior para tentar detetar mais cadáveres”, explicou.
Recorde-se que a denúncia foi feita por um morador da Abelheira, perto dos Capitães de Abril, que costuma alimentar uma colónia de gatos e que agora encontrou corpos de animais sem vida, numa zona muito frequentada por crianças. Rui Figueiredo confirmou à Geice que não foi a primeira vez que esta situação aconteceu. “Desde que moro aqui, desde 2011, comecei a dar um pouco de comida aos gatos, assim como davam outras pessoas que por aqui moram”, explicou, dizendo que “durante estes anos os animais andam por aqui e eu vou dando um pouco de ração e água fresca todos os dias”. “É natural que os animais se reproduzam e a gente vá conhecendo todos. Infelizmente a 08 de novembro de 2015 alguém se lembrou que os animais eram problema e envenenou os gatos e nessa altura morreram oito”, lamentou, dizendo que já na altura apresentaram queixa e a polícia foi recolher depoimentos. Desde então duas gatas tiveram ninhadas, mas há quatro dias que começou a ver uma redução no número de gatos que apareciam para comer, até que se deparou com os animais “maltratados” e sem comer e encontrou cadáveres dos mesmos. “Espero que estes gatos e tudo o que lhes fizeram mal não seja esquecido, pois além do mal que lhes fizeram também existem crianças que brincam por ali e no sábado as crianças até encontraram saquetas de remédio para ratos”, lamentou o morador.
No imediato, os Serviços Municipalizados vão “recolher os cadáveres e limpar a zona” para evitar que crianças “se voltem a deparar com este tipo de situação”. “Julgo que podemos ter aqui uma missão dissuasora deste tipo de atitudes”, vaticinou Ana Margarida Silva. Também a PSP já teve conhecimento da situação e visitou o local esta terça-feira.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts