FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Ago 2016

Câmara de Viana mantém impostos municipais para ajudar famílias

Para tentar ajudar as famílias vianenses num “momento complicado”, a maioria socialista e a vereadora da CDU na Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovaram […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Para tentar ajudar as famílias vianenses num “momento complicado”, a maioria socialista e a vereadora da CDU na Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovaram a manutenção dos valores dos impostos municipais em 2017. Apesar dos votos contra do PSD, a decisão foi tomada esta quinta-feira, em reunião de executivo, tendo o autarca José Maria Costa referido o “grande esforço” da autarquia, mas justificando a manutenção das taxas com “o momento complicado que as famílias atravessam”.
A aprovação da proposta fixou em 0,37% a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), sendo que os agregados familiares com dois dependentes terão direito a uma redução de 10%, e os que tenham três dependentes a cargo beneficiarão de diminuição de 15%. Os três vereadores do PSD criticaram o facto “de Viana do Castelo ser, no distrito, o concelho com impostos mais elevados” e apresentaram uma proposta alternativa de discriminação positiva para famílias numerosas, rejeitada pela maioria socialista e pela vereadora da CDU. Ilda Figueiredo disse mesmo que a discriminação positiva tem de ser feita em função dos rendimentos e nunca pelo número de filhos.
Foi também aprovada a redução em 5% do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), novamente com rejeição do PSD. Ilda Figueiredo justificou o voto favorável das propostas afirmando que “os impostos são fonte de receitas importantes para a autarquia, sem os quais não poderia realizar investimentos no concelho”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts