FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Ago 2016

Mata do Ramiscal: Chamas consumiram parte significativa deste santuário da biodiversidade

Depois de 8 dias a arder, o Parque Nacional da Peneda-Gerês vê em risco um dos seus mais importantes santuários da biodiversidade, a mata do […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Foto: Lúcia Melo
Depois de 8 dias a arder, o Parque Nacional da Peneda-Gerês vê em risco um dos seus mais importantes santuários da biodiversidade, a mata do Ramiscal. Situada essencialmente no concelho de Arcos de Valdevez, a Mata do Ramiscal tem o estatuto de área de reserva integral do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). Só no início desta semana é que as chamas começaram a ser controladas, mas o cenário não deixa de ser desolador. Dados provisórios apontam para cerca de 10 mil hectares consumidos pelas chamas. Refira-se que já em agosto de 2007 um incêndio atingiu 60 por cento da área deste vale quase inacessível no Noroeste do único parque nacional do país, em Arcos de Valdevez. Na altura não se registaram danos irreparáveis no carvalhal bem como nos azevinhos de grande porte e séculos de idade, que também conseguiram resistir às chamas. Resta agora aguardar pela avaliação deste incêndio que, recorde-se, lavrou durante 8 dias consecutivos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts