FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 07 Ago 2016

Volta a Portugal: Rui Vinhas (W52-FCPorto) ganhou pela primeira vez a Grandíssima

Rui Vinhas (W52-FCPorto) vence a 78ª Volta a Portugal Santander Totta. Para a derradeira etapa estava em discussão um contrarrelógio de 32km entre Vila Franca […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Rui Vinhas (W52-FCPorto) vence a 78ª Volta a Portugal Santander Totta.
Para a derradeira etapa estava em discussão um contrarrelógio de 32km entre Vila Franca de Xira e Lisboa onde o segundo classificado, Gustavo Veloso, entrava como favorito. Se é verdade que o galego venceu a luta contra o cronómetro com 47 segundos sobre o segundo melhor registo, também é certo que o resultado não foi suficiente para anular a desvantagem (2’25’’) que trazia para o líder e companheiro de equipa na W52-FC Porto. Gorou-se o “tri” que Veloso perseguia depois das vitórias de 2014 e 2015.
Rui Vinhas, primeiro português a vencer a Volta a Portugal desde o triunfo do agora seu companheiro de equipa Ricardo Mestre em 2011, ofereceu a quatra vitória seguida à equipa de Sobrado, Valongo, e foi acompanhado no pódio por Gustavo Veloso e por Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista).
Rui Sousa (Rádio Popular-Boavista) foi o melhor vianense. Classificou-se no 9º lugar da geral a 6:44 do vencedor da corrida e César Fonte, seu companheiro de equipa, foi 37º classificado a 1:10:59.
A W52-FCPorto foi a melhor equipa, no segundo lugar ficou a Rádio Popular/Boavista e o pódio ficou completo com a Efapel no terceiro posto.
A Camisola Azul da montanha foi ganha pelo espanhol, Ramiro Diaz (FSC), a Verde dos pontos ficou no corpo de Gustavo Veloso (W52/FC Porto) e a Camisola Branca da Juventude foi ganha pelo russo, Alexander Vdovin (Lokosphinkx)

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts