FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 18 Set 2016

Biblioteca Municipal de Ponte de Lima promove terceira conferência sobre Cardeal Saraiva

O Município de Ponte de Lima promove no próximo dia 23 de setembro, pelas 19h00, a terceira conferência dedicada a uma das personalidades mais elevadas da […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Município de Ponte de Lima promove no próximo dia 23 de setembro, pelas 19h00, a terceira conferência dedicada a uma das personalidades mais elevadas da cultura local – o insigne Cardeal Saraiva. Intitulada Frei Francisco de S. Luís: académico e filólogo, a palestra orientada por Telmo Verdelho, professor catedrático da Universidade de Aveiro, versará sobre a importante passagem do monge beneditino pela academia de Coimbra, evocará o seu legado literário e abordará a vertente filológica do ilustre limiano. A sessão, inserida nas comemorações dos 250 anos sobre o nascimento do Cardeal Saraiva, decorrerá no Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima – palco privilegiado do ciclo de sete conferências de tributo que se estende até final do ano. A próxima comunicação – O Cardeal Saraiva e o conflito entre o Estado e a Igreja na Revolução Liberal portuguesa -, orientada por Afonso Rocha, está agendada para 21 de Outubro. Seguem-se, a 11 de Novembro, D. Frei Francisco de S. Luís e os estudos literários, por Cândido Martins, e, a 02 de Dezembro, Tensões e conflitos entre liberais e absolutistas no Alto Minho no tempo de Cardeal Saraiva, por Alexandra Esteves. Por seu turno, a conferência Frei Francisco de S. Luís e o nosso tempo, de Oliveira Ramos, contínua sem previsão de data. Natural de Vale de Gouvinhas, Mirandela, Telmo dos Santos Verdelho é licenciado pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e doutorado pela Universidade de Aveiro, onde é professor catedrático na área da Linguística. Considerado o maior especialista português em Lexicografia, Telmo Verdelho congrega no seu currículo diversos artigos e publicações de que destacamos As palavras e as ideias na Revolução Liberal de 1820 (1981), Latinização na história da língua portuguesa: o testemunho dos dicionários (1987), As origens da gramaticografia e da lexicografia latino-portuguesas (1995), Terminologias na língua portuguesa: perspetiva diacrónica (1998), entre outros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts