FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Set 2016

Cerveira de luto pela morte do Mestre José Rodrigues

Em comunicado, a autarquia de Vila Nova de Cerveira assume estar de luto pela morte do Mestre José Rodrigues. “Faleceu o prestigiado artista e amigo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em comunicado, a autarquia de Vila Nova de Cerveira assume estar de luto pela morte do Mestre José Rodrigues. “Faleceu o prestigiado artista e amigo de Vila Nova de Cerveira, o Mestre José Rodrigues, aos 79 anos de idade, considerado um dos maiores nomes das artes plásticas portuguesas”, refere fonte da autarquia, indicando que “a  notícia da sua morte representa uma perda irreparável para a cultura nacional e internacional e, muito em particular, para Vila Nova de Cerveira, concelho ao qual esteve intimamente ligado por ter sido um dos fundadores da reconhecida Bienal Internacional de Artes e deixar um valioso legado artístico que sempre honrou a ‘Vila das Artes’”.
“Será sempre lembrado em Vila Nova de Cerveira com muita estima, carinho e deixa uma eterna saudade. Se Cerveira é conhecida como ‘Vila das Artes, muito deve a esta personalidade que ficará para sempre ligada à história e identidade cerveirenses. Um artista, um bom homem e um grande amigo de quem, entre várias caraterísticas, saliento a sua verdadeira paixão pelas obras de arte, desprendida da vertente comercial”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira.
O Mestre José Rodrigues, escultor e artista plástico, nasceu em Luanda, Angola, a 28 de outubro de 1936. Realizou os seus estudos artísticos na Escola Superior de Belas-Artes do Porto, onde concluiu o curso de Escultura (1963). Em 1968, com os colegas Ângelo de Sousa, Armando Alves e Jorge Pinheiro, que com ele terminaram o curso com a classificação máxima, formou o grupo ‘Os Quatro Vintes’.
Foi um dos fundadores da Cooperativa Cultural Árvore, no Porto e um dos promotores da Bienal de Arte de Cerveira, tendo sido diretor geral da 6.ª edição (1988). Desde 1964 que tinha exposições individuais em diversas cidades do país e no estrangeiro. Além da escultura dedicou-se igualmente a outras expressões artísticas. Fez ilustração para livros de escritores e poetas como Eugénio de Andrade, Jorge de Sena, Vasco Graça Moura. Produziu cerâmica e medalhística.
O funeral do Mestre José Rodrigues está agendado para domingo, pelas 11h00, em Matosinhos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts