FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Set 2016

Nobel da Física em conferência internacional na UMinho

A Universidade do Minho acolhe de quinta-feira a sábado a 20ª Conferência Nacional de Física e o 26º Encontro Ibérico para o Ensino da Física. […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Universidade do Minho acolhe de quinta-feira a sábado a 20ª Conferência Nacional de Física e o 26º Encontro Ibérico para o Ensino da Física. Em destaque está a intervenção de Arthur McDonald, Prémio Nobel da Física 2015, sobre a descoberta das oscilações do neutrino (a segunda partícula mais abundante do universo). Esta iniciativa da Sociedade Portuguesa de Física conta com o apoio da Escola de Ciências da UMinho. A sessão de abertura é na quinta-feira, às 9h00, no auditório A1 do campus de Gualtar, Braga, com Alexandre Quintanilha, presidente da Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República, Hélder Pais, em representação do diretor-geral de Educação do Ministério da Educação, Maria Conceição Abreu, presidente da Sociedade Portuguesa de Física, além de António Cunha, reitor da UMinho, Nuno Peres, vice-presidente da Escola de Ciências, José Carmelo, em representação do Departamento de Física, e Bernardo Almeida, da comissão organizadora do evento. Segue-se o discurso do Nobel Arthur McDonald, da Universidade de Queens, Canadá. Entre os oradores convidados estão peritos do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, do Centro Universitário de Mérida (Espanha) e das universidades de Valência, Minho, Porto, Aveiro e Lisboa, para abordar o centenário da teoria geral da relatividade, a descoberta das ondas gravitacionais, a oscilação de neutrinos, o ensino da física ou a invenção de díodos eficientes emitindo no azul, recordando a investigação do Nobel da Física 2014. Na quinta-feira de tarde realiza-se o Workshop Vácuo 2016, que junta investigadores para dar a conhecer projetos sobre revestimentos funcionais para a indústria, com aplicação nas áreas da biomédica, do automóvel e do ambiente. A primeira edição deste workshop teve lugar em Braga há 30 anos, dando origem à Sociedade Portuguesa de Vácuo (Soporvac). “A evolução da tecnologia de vácuo em Portugal possibilitou que muitos cientistas competissem ao mais alto nível com os seus congéneres de países mais industrializados. Com esta iniciativa, pretende-se comemorar o 30.º aniversário da Soporvac num ambiente de interação e diálogo entre cientistas experientes”, diz a organização.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts