FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 11 Out 2016

Câmara Municipal de Ponte de Lima Aprova a “Requalificação do Largo do Terreiro –Gandra”

O Município de Ponte de Lima continua a promover a política de Requalificação Urbana às zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Município de Ponte de Lima continua a promover a política de Requalificação Urbana às zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e social, tendo aprovado a requalificação do Largo do Terreiro, na freguesia de S. Martinho da Gandra. Trata-se de uma empreitada que visa requalificar o emblemático Largo do Terreiro, zona central da freguesia, espaço no qual estão concentrados os comércios locais e os prestadores de serviços, onde se reúne a população e o palco de grande parte dos eventos, quer religiosos, quer culturais da freguesia. A obra com um prazo de execução de 210 dias, vai ser comparticipada a 100% pela Câmara Municipal de Ponte de Lima. Considera o Presidente do Município de Ponte de Lima, Victor Mendes, que se “pretende requalificar um espaço nobre da freguesia de Gandra, uma obra importante a favor da população, não comprometendo outros investimentos”. A intervenção a efetuar consiste na repavimentação e ordenamento viário, no sentido de ordenar a circulação e estacionamento automóvel, criando melhores condições de vivência e usufruto pela população e visitantes. O executivo de S. Martinho da Gandra demonstrou a sua satisfação, pela “grande obra que se vai realizar aqui no Largo do Terreiro, um espaço central para que todos os Gandarenses possam desfrutar” sustentou o Presidente da Junta de S. Martinho da Gandra, Ernesto Pereira. A proposta de intervenção inclui ainda a execução de passeios na EN206 uma via de circulação automóvel que representa um acesso importante para o centro da freguesia de Gandra e o centro da vila de Ponte de Lima, pelo que, suporta diariamente uma carga de tráfego muito intensa. Pretende- se assim corrigir essas irregularidades e diminuir os riscos diários, propondo a definição de uma faixa de circulação automóvel. No geral, a presente proposta respeita as condições específicas estabelecidas pela Delegação Regional de Viana do Castelo da Infraestruturas de Portugal, S.A.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts