FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Out 2016

Caminha: 1.400 pessoas votaram e escolheram os três projetos vencedores do Orçamento Participativo

Em Caminha, foram 1.400 os cidadãos que votaram e deram o seu contributo para a eleição dos três projetos vencedores do Orçamento Participativo Local. Os […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Caminha, foram 1.400 os cidadãos que votaram e deram o seu contributo para a eleição dos três projetos vencedores do Orçamento Participativo Local. Os vencedores desta 2º edição foram anunciados na passada sexta-feira, pelo autarca Miguel Alves, numa cerimónia que contou com mais de uma centena de pessoas. O responsável sublinhou a importância do número de pessoas que votou neste orçamento, dizendo que “este número é especialmente importante porque esta segunda edição tinha um risco: é que na primeira edição nós votamos os projetos que tem dois anos para serem implementados” e reforçou: “muito dificilmente teríamos as obras do 1º OP já concretizadas”. Sobre a importância do OP de Caminha, o autarca sublinhou que “em Caminha, como em nenhuma outra parte do mundo, são as pessoas que decidem o que fazer com a percentagem de IRS que fica no concelho”.
Em primeiro lugar, com 333 votos, ficou o projeto “Beneficiação do Jardim de Infância de Âncora (Âncora)”, orçamentado no montante de 65 mil euros; em segundo lugar, com 323 votos, o projeto “Execução do projeto do Cais de Rua Sul (Caminha)”, orçado em 65 mil euros e, em terceiro lugar, com 257 votos, os caminhenses escolheram o projeto “Recuperação do Monte Calvário (Vila Praia de Âncora)” avaliado igualmente em 65 mil euros. Recorda-se que a Câmara Municipal de Caminha decidiu aumentar o Orçamento Participativo 2016 para 195 mil euros, o que correspondente ao montante de IRS que se prevê que os munícipes do concelho paguem durante o presente ano.
Miguel Alves deu ainda a conhecer o ponto de situação de cada uma das propostas vencedoras do 1º OP de Caminha e explicou que apesar do prazo de concretização ser de 24 meses, ainda este ano vão ter a rede wi-fi para as freguesias das Argas e Dem. Sobre a Reparação do Cais da Rua e Colocação de Guindaste para embarcações em Caminha, o edil sublinhou a sua importância e lembrou que “esta é o início de uma obra de grande importância”. Miguel Alves deu a conhecer que o município está empenhado em fazer mais pela comunidade piscatória, afirmando que “esta proposta está a ser avaliada noutro contexto” e que estão a trabalhar na remodelação total do Cais da Rua, num investimento de 800 mil euros.
O presidente fez ainda o ponto de situação sobre a Recuperação do espaço envolvente ao Dólmen da Barrosa, em Vila Praia de Âncora, e fez saber: “este projeto tem sido um trabalho apurado. Dependia de pareceres, por exemplo, da Direção Regional do Norte da Cultura, e do litigio com mais de 20 anos entre a Câmara Municipal e os proprietários da Quinta da Barrosa”. “Era necessário resolver este litigio. Já chegamos a acordo com os proprietários. Já pagamos metade da indeminização e a segunda parcela será liquidada até 30 de março do próximo ano”, explicou. Miguel Alves lembrou que o Dólmen tem sido “um monumento esquecido” e avançou que o Município vai atuar no Dólmen ainda este ano no âmbito do 1º OP. Mas também noticiou que a Câmara Municipal tem uma candidatura no âmbito da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho que vai permitir colocar junto ao Dólmen um equipamento que será a porta de entrada da Rota do megalitismo no distrito de Viana do Castelo.
Quanto à Adaptação do Centro Cultural de Gondar para Unidade de Apoio Domiciliário, o autarca caminhense deixou claro trata-se de uma obra muito complexa. Para além de obrigar a uma adaptação do edifício, o Centro Cultural de Gondar tem outros problemas estruturais que necessitam de solução. “A proposta continua em elaboração para podermos perceber o tipo de obras que poderemos fazer com o orçamento que existe”, esclareceu Miguel Alves.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts