FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 28 Out 2016

Grupo espanhol Poligal inaugurou linha de produção que cria 35 empregos em Arcos de Valdevez

Esta quinta-feira, no dia em que o grupo espanhol Poligal assinalou 25 anos de existência, foi inaugurada uma nova linha de produção na unidade fabril […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta quinta-feira, no dia em que o grupo espanhol Poligal assinalou 25 anos de existência, foi inaugurada uma nova linha de produção na unidade fabril sedeada no Parque Empresarial das Mogueiras, em Arcos de Valdevez. Este novo investimento, na ordem dos 12,5 milhões de euros, irá permitir criar 35 novos empregos no concelho.
Esta aposta contemplou a instalação de duas novas linhas produtivas – a linha polipropileno cast (CPP) e a de metalização. A linha de CPP possui a maior capacidade de produção do mercado europeu na atualidade e a linha de metalização é a primeira deste tipo instalada pela empresa espanhola em Arcos de Valdevez. A sua produção destina-se quase na totalidade para a exportação, contribuindo para o aumento das exportações de Portugal, cuja faturação rondará os 105 milhões de euros em 2017.
O grupo Poligal, um dos principais fabricantes europeus de película plástica para condicionamento de alimentos, com recurso a equipamentos tecnologicamente avançados de filme de polipropileno, tem 130 pessoas a trabalhar nesta unidade. É considerada a maior e mais moderna fábrica do sector instalada na Europa e produz diariamente 100 toneladas de Polipropileno. Com este novo investimento chega perto de 50 milhões de euros o valor investido em Arcos de Valdevez.
João Manuel Esteves, Presidente da Câmara Municipal arcuense, fez questão de lembrar que a política de atração de investimentos para o concelho tem surtido resultados, pois estão em curso “investimentos privados no valor de mais de 35 milhões de euros, estando prevista a criação de mais de 300 postos de trabalho.”
Aproveitando a presença do Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, o autarca arcuense solicitou apoio para melhorar o acolhimento empresarial através de apoios para a modernização dos Parques Empresariais e para a concretização da ligação deste Parque Empresarial das Mogueiras até ao IC28; considerou importante a implementação de um Simplex para o Investimento, um programa de desburocratização dos licenciamentos e dos processos de candidatura a fundos, bem como reforçar os incentivos fiscais e abrir concursos de apoios comunitários específicos para as empresas que se instalarem nestes territórios baixa densidade, nomeadamente para indústria, comércio tradicional e turismo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts