FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Dez 2016

“As Elfas do Pai Natal vão de Férias” para ver em Caminha e Vila Praia de Âncora

A magia do Natal vive-se intensamente em Caminha: 40 dias, 40 atividades e 16 instituições envolvidas. No sábado, Caminha e Vila Praia de Âncora vão […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A magia do Natal vive-se intensamente em Caminha: 40 dias, 40 atividades e 16 instituições envolvidas. No sábado, Caminha e Vila Praia de Âncora vão contar com animação infantil para os mais novos, com a exibição da peça “As Elfas do Pai Natal vão de férias”, uma produção Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho. As sessões vão decorrer no Valadares, Teatro Municipal de Caminha e no Centro Cultural de Vila Praia de Âncora e são gratuitas. São muitas as atividades que estão a decorrer no concelho de Caminha direcionadas a todos os públicos: crianças, jovens e adultos, com o objetivo de fazer de Caminha uma das rotas turísticas de fim de ano e dinamizar a economia local. “As Elfas do Pai Natal” estarão em exibição em Caminha pelas 15 horas, no Valadares, Teatro Municipal e pelas 17 horas, no Centro Cultural de Vila Praia de Âncora. Sobre as “As Elfas do Pai Natal vão de férias” podemos desvendar um bocadinho da história: “Com o Natal à porta e tanto brinquedo para entregar aos meninos e meninas, as duas elfas chegam de malas aviadas ao aeroporto com o intuito de embarcarem para umas férias maravilhosas. Será que o Pai Natal foi informado? Parece que não, e este anda aflitíssimo à procura do seu braço esquerdo e braço direito. Como o embarque para o avião está atrasado, estas duas protagonizam uma série de peripécias engraçadas visto que ambas têm personalidades bastante diferentes. Mas o Pai Natal não desiste, descobre onde elas estão e vai ao encontro delas. Será que ele as consegue encontrar? Será que elas vão ter coragem de deixar o seu amigo Pai Natal na mão?” A direção artística desta animação teatral está a cargo de Carla Magalhães; a encenação é coletiva; e a interpretação é da responsabilidade de Maria Meixeiro; Filipa Almeida e João Moreira.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts