FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Dez 2016

Câmara Municipal garante certificação do Traje à Vianesa

Foi publicada, esta quarta-feira, em Diário da República, a aprovação, pelo Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP), da inclusão da produção tradicional “Traje […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Foi publicada, esta quarta-feira, em Diário da República, a aprovação, pelo Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP), da inclusão da produção tradicional “Traje à Vianesa – Viana do Castelo” no Registo Nacional de Produções Artesanais Tradicionais Certificadas. O pedido de registo do típico “traje à Vianesa” foi formalizado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo em junho de 2015 e é agora aprovado, depois de anteriormente ter merecido um parecer positivo da Comissão Consultiva para a Certificação de Produções Artesanais Tradicionais.
Como se lê no despacho do Instituto do Emprego, “o titular do registo é a Câmara Municipal de Viana do Castelo”, que deverá agora proceder ao registo da denominação da produção, sob a forma de indicação geográfica, junto do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).
No despacho do Diário da República pode ler-se que “a produção tradicional em apreço, o ‘Traje à Vianesa – Viana do Castelo’, é reconhecidamente um ‘Ex-Líbris’ do saber-fazer artesanal português, quer pela sua imagem fortíssima e diferenciadora, quer pelo conjunto de mesteres tradicionais envolvidos na sua confeção, desde a tecelagem, a costura, o bordado, a renda, até ao fabrico e decoração das chinelas”.
No documento lê-se ainda que “estamos perante um traje que se foi definindo e enriquecendo ao longo do século XIX, quando, após as profundas perturbações devidas às Invasões Francesas (1808-1810) e à Guerra Civil (1828-1834), se sucederam décadas de maior estabilidade e mesmo de um relativo progresso económico. Um traje que no início as camponesas das freguesias vizinhas de Viana do Castelo usavam (não só, mas também) para ir à cidade e que veio, mais tarde, a ser apropriado pela própria cidade como um dos seus ícones mais importantes e que motivou muitas ações em ordem à sua defesa e preservação”.
“O Traje à Vianesa é um produto múltiplo, composto por um conjunto de peças, todas manufaturadas artesanalmente na região do Minho (à exceção dos lenços), cujo resultado final se deve à combinação polié-drica entre elas e ao modo como os adornos em ouro o enfeitam e sublinham”, refere ainda o despacho.
Recorde-se que o processo de certificação fora adjudicado pela autarquia, em maio de 2013, à Associação “Portugal à Mão”. O período de consulta pública prevista no processo de certificação do traje à Vianesa decorreu ao longo de dois meses e terminou em setembro sem “qualquer declaração de oposição”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts