FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Dez 2016

Município de Esposende assume novo mandato na Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios

O Município de Esposende foi reeleito para mais um mandato de presidência da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios (RNCMR), dando continuidade […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Município de Esposende foi reeleito para mais um mandato de presidência da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios (RNCMR), dando continuidade ao trabalho que vem desenvolvendo desde novembro de 2014 e que permitirá a conclusão de projetos e parcerias com os municípios que diretamente atuam na preservação desta cultura. A reeleição teve lugar no decurso da Assembleia Administrativa da Rede, realizada em Esposende, que assume, assim, um novo mandato de dois anos, que se prolongará até novembro de 2018. Esposende presidiu a este organismo, que envolve diversos Municípios portugueses e a Secção dos Oceanos da Sociedade de Geografia de Lisboa, instituição fundadora e promotora desta Rede, durante o período de 16 de novembro de 2014 a 19 de novembro de 2016. Esta presidência permitiu conhecer, divulgar, salvaguardar e valorizar o património marítimo e fluvial do concelho de Esposende em todas as suas vertentes. Foram promovidos estudos, exposições, visitas guiadas e conferências que percorreram estrategicamente as comunidades mais emblemáticas a cada património, valorizando e ensinando a dar valor às tradições, às memórias, aos usos e costumes e aos objetos do trabalho no mar e no campo. Das ações implementadas, destacam-se os dois Encontros Nacionais, o primeiro sobre a Libertação da Via da Água e o segundo dedicado à Romaria e ao Banho Santo de S. Bartolomeu do Mar. O conjunto de ações realizadas permitiu realçar diferentes aspetos do património e cultura do mar e dos rios, e, principalmente, envolver as comunidades locais em torno deste património. Saíram reforçados os objetivos da própria Rede, com as comunidades locais a afirmarem-se como guardiãs de conhecimentos, permitindo a salvaguarda deste património e a sua renovação.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts