FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Jan 2017

Voleibol: Portugal perde em Viana do Castelo e falha 2ª fase de qualificação do Mundial de Sub-21

A Sérvia apurou-se este domingo para a 2ª Ronda da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2017 de Voleibol, em Sub-21 Masculinos, ao […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Sérvia apurou-se este domingo para a 2ª Ronda da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2017 de Voleibol, em Sub-21 Masculinos, ao garantir o primeiro lugar na Poule D da 1ª ronda disputada em Viana do Castelo, com o triunfo sobre Portugal (3-0: 27-25, 26-24 e 25-17) no último jogo.
Apesar de terminar com cinco pontos, a Selecção Nacional não conseguiu a qualificação como um dos dois segundos melhores classificados porque, como existiam poules com menos equipas, o regulamento “apaga” os resultados obtidos com os últimos classificados. No caso da poule de Portugal, é a Áustria, a quem a equipa orientada por Hugo Silva venceu por 3-1, o que retira três pontos à formação lusa.
Portugal terminou assim como o terceiro melhor segundo, atrás da Letónia, segunda classificada do Grupo B, com seis pontos, e da França, segunda classificada do D (que contava apenas com três seleções) com três.
Alemanha, Bélgica, Sérvia, Bulgária, Letónia e França juntam-se, assim, a Polónia e Ucrânia, respetivamente medalhas de prata e ouro no Europeu de 2016 de sub-20, na segunda fase europeia de qualificação para o Mundial’2017.
As oito equipas vão ser distribuídas por dois grupos de quatro, que, de 18 a 21 de maio, irão apurar as duas que se juntarão a Itália, Rússia e à anfitriã República Checa, como representantes europeus no Mundial, a decorrer de 23 de junho a 2 de julho.
Hugo Silva, Treinador de Portugal:
“Apesar deste resultado, o balanço da nossa participação é mais do que positivo. Se calhar, ninguém pensaria que conseguiríamos lutar pela qualificação até ao último jogo e que enchêssemos o pavilhão desta forma.
Os nossos jogadores sentiram um bocado este resultado, pois queriam algo mais. É natural porque são jovens, mas era muito difícil fazer melhor com uma equipa tão jovem e frente a uma selecção tão forte como a Sérvia. Falta-nos passar por momentos destes, como os que fizeram a diferença nos dois primeiros sets.
Mas só temos de estar orgulhosos e espero que isto sirva de impulso para o Voleibol português, acima de tudo ao Voleibol mais jovem”.
FOTO: Arménio Belo

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts