FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Jan 2017

Caminha: Teatro Valadares abre ano com Palankalama e recebe Rui Sinel de Cordes em fevereiro

O Valadares – Teatro Municipal de Caminha acaba de apresentar a programação para este início de ano, que promete agradar aos mais variados gostos. Da […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Palankalama
O Valadares – Teatro Municipal de Caminha acaba de apresentar a programação para este início de ano, que promete agradar aos mais variados gostos. Da música ao teatro, são muitos os espetáculos que vão passar pelo palco deste espaço cultural. O quarteto portuense Palankalama vai abrir a programação de 2017, no dia 21 de janeiro, pelas 22H00. Para o mês de fevereiro os destaques são “Cordes Out”, de Rui Sinel de Cordes, e o Baile do Assalto.
Palankalama é um quarteto dedicado à música instrumental. As suas composições baseiam-se na música tradicional/folk de diversas regiões e imaginários. Em palco estarão Pedro João (bandolim, cavaquinho, guitarra); José Ricardo Nogueira (guitarra); Anibal Beirão (contrabaixo) e Rui Guerreiro (bateria, percussão). O preço do bilhete é 3 euros e estão disponíveis nas lojas de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora e, no próprio dia, no local do espetáculo.
No dia 10 de fevereiro, pelas 22 horas, Rui Sinel de Cordes está de regresso ao Valadares com o espetáculo “Cordes, Out!”. Este é o novo solo de stand-up comedy de Rui Sinel de Cordes, o quinto e último em Portugal, antes de levar o seu humor para o Reino Unido. Os bilhetes custam 12 euros e já se encontram à venda na TicketLine e nos Postos de Turismo de Caminha e de Vila Praia de Âncora.
No dia 24 de fevereiro, os alunos da expressão dramática da Universidade Sénior do Rotary Clube de Caminha vão apresentar a Farsa de Mestre Pathelin “O último a rir é o que ri melhor”, com tradução de Mário Barradas e adaptação de Fernando Borlido.
Em fevereiro, o Valadares fecha com o afamado Baile do Assalto, um baile que marcou gerações e continua a ser uma das atrações da programação de Carnaval. São muitos os foliões caminhenses e de outras cidades da região norte que não dispensam o afamado Baile. O Baile do Assalto é organizado pelos Comerciantes de Caminha e conta com o apoio da Câmara Municipal.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts