FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 11 Jan 2017

Distrital do PSD refuta “calunioso e deselegante comunicado” de autarca de Viana sobre Passos Coelho

Em comunicado, a Comissão Política Distrital do PSD de Viana do Castelo “refuta o calunioso e deselegante comunicado” dirigido ao presidente do partido, Pedro Passos […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em comunicado, a Comissão Política Distrital do PSD de Viana do Castelo “refuta o calunioso e deselegante comunicado” dirigido ao presidente do partido, Pedro Passos Coelho, emitido pelo presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo. Carlos Morais Vieira, presidente da distrital laranja, considera que “o autarca vianense deturpou as palavras de Pedro Passos Coelho em seu próprio interesse”.
Morais Vieira recorda que Passos Coelho disse, no sábado, a propósito da falta de acessos ao Porto de Mar vianense, que enquanto foi Governo “… não o conseguimos executar porque uma parte do trabalho tinha de ser feito em equipa com a própria Câmara de Viana do Castelo”, referindo que “mesmo depois do Governo ter feito como costuma fazer com grande aparato, uma visita a Viana para dizer que isto agora vai ser feito e nós vamos fazer a obra, quando se vai ver o Orçamento de Estado o que lá está inscrito para fazer a obra são 10 mil euros”.
O líder da distrital refere que “se o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo ousa atacar politicamente de uma forma pouco usual em democracia, os seus adversários políticos, deveria, se calhar ouvir os seus pares em primeiro lugar”, referindo que o deputado socialista eleito pelo distrito, José Manuel Carpinteira, “expressou exatamente a mesma ideia e preocupação na Assembleia da República, aquando da sua intervenção na Audição à Ministra do Mar, em novembro de 2016”, indicando que o deputado disse lamentar “que o acesso rodoviário ao porto comercial de Viana do Castelo tenha sido praticamente retirado do orçamento” e afirmando que o mesmo “tem agora dotação simbólica de 10 mil euros para 2017”.
“É caso para que o José vá perguntar ao José”, lamenta Morais Vieira, dizendo que “Pedro Passos Coelho não mentiu, como indignamente o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo afirmou”.
Recorde-se que, esta terça-feira, o presidente da Câmara de Viana emitiu um comunicado onde acusou Pedro Passos Coelho de “faltar à verdade” durante declarações feitas sobre a falta de novos acessos ao Porto de Mar da cidade, proferidas durante uma visita à capital do Alto Minho, no sábado. Na altura, o ex-governante disse que “só pode ser uma brincadeira” o facto de só agora, com o atual Governo, as obras estarem a avançar. O autarca vianense criticou duramente o líder do PSD, dizendo que o mesmo “não merece usar a bandeira nacional na lapela” e exigindo muitas explicações por causa da falta de apoios à região durante o período em que Passos Coelho foi primeiro-ministro.
“Quanto ao resto do comunicado do autarca, o PSD nem vale a pena responder pois a CPD-PSD considera que José Maria Costa já está em período eleitoral, no seu estilo que já nos habituou. Sim porque, por exemplo, o autarca vem rebuscar o tema dos Estaleiros Navais, onde foi colocar uma coroa pelo fim da construção naval em Viana do Castelo e, depois, se mostrou agradado em 2015 com o trabalho da WestSea. Mais que palavras, as ações ficam para a história”, termina Morais Vieira.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts