FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 19 Jan 2017

Gil Vicente marca o arranque do Ciclo a 4 Mãos

No âmbito do A 4 Mãos, ciclo de programação conjunta do Teatro do Noroeste – CDV e da Câmara Municipal de Viana do Castelo, o espetáculo “Embarcação do […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

No âmbito do A 4 Mãos, ciclo de programação conjunta do Teatro do Noroeste – CDV e da Câmara Municipal de Viana do Castelo, o espetáculo “Embarcação do Inferno” chega ao Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, no final deste mês de janeiro. “Embarcação do Inferno” sobe ao palco do teatro vianense nos dias 27 e 28 de janeiro, pelas 21h30. Os bilhetes para este espetáculo têm o preço único de 5 euros. Ricardo Simões, do Teatro do Noroeste, fala sobre o arranque deste “A 4 Mãos”. A sessão de dia 28 será seguida do Digestivo – Conversas pós-espetáculo, apenas para os portadores de bilhetes para aquela sessão, que permitirá aos espetadores conversarem com os atores e encenadores do espetáculo. O espetáculo “Embarcação do Inferno” envolve também uma Oficina para Professores cujo objetivo é a partilha de técnicas de trabalho teatral que possam auxiliar os professores no ensino da disciplina de Português, designadamente, da obra de Gil Vicente. Este workshop decorre nos dias 26 e 27 de janeiro, entre as 18h00 e as 20h30, e ainda no dia 28, entre as 10h30 e as 13h00, num total de 7,5 horas de formação. As inscrições têm o custo de 10 euros e podem ser efetuadas através do telefone 967 552 988 ou do email publicos@centrodramaticodeviana.com. Terá lugar também uma conferência intitulada “Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo”, cujos conteúdos girarão em redor da vida e obra de Gil Vicente. Esta conferência decorre no dia 28 de janeiro, pelas 16h00, na sala principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, tendo entrada livre. Será dirigida por José Augusto Cardoso Bernardes, professor catedrático na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Diretor Geral da Biblioteca dessa mesma instituição, e que teve também um importante papel de consultadoria científica na produção do espetáculo “Embarcação do Inferno”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts