FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 05 Jan 2017

ULSAM promove recolha de sangue em Melgaço para garantir ‘stock’ para utentes do distrito

Esta sexta-feira, a partir das 09h30, a Unidade de Cuidados Continuados (UCC) de Melgaço vai acolher uma campanha de doação de sangue. O Serviço de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta sexta-feira, a partir das 09h30, a Unidade de Cuidados Continuados (UCC) de Melgaço vai acolher uma campanha de doação de sangue. O Serviço de Imunohemoterapia da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE (ULSAM), promove assim a sua primeira campanha de recolha de sangue, numa ação que visa garantir à ULSAM e a todos os residentes no distrito de Viana do Castelo o apoio e a autossuficiência em transfusões.
Podem doar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 quilos e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. Para uma primeira dádiva o limite de idade é aos 60 anos. A dádiva de sangue é benévola e não remunerada. A doação de sangue pode ser feita de quatro em quatro meses pelas mulheres e de três em três meses pelos homens.
A ULSAM promove estas ações por todo o distrito ao longo do ano, o que tem permitido um stock de sangue suficiente para as necessidades dos utentes do distrito. “Em Melgaço são sempre à sexta – feira e têm sempre uma boa adesão. Esperemos que continue assim”, apela a enfermeira Fernanda Pereira, coordenadora da UCC de Melgaço, alertando que “não haverá falta de sangue se os dadores aderirem às campanhas”. Há necessidade de sangue para todas as vítimas de acidentes de trabalho e rodoviário, e para todos os que aguardam disponibilidade de sangue para serem operados.
As restantes colheitas em Melgaço para 2017 serão nos dias 7 de abril, 7 de julho e 20 de outubro, também na Unidade de Cuidados Continuados de Melgaço, sempre pelas 09h30. A Câmara Municipal de Melgaço apela à adesão da população, reconhecendo o momento como “um gesto simples que salva vidas”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts