FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Fev 2017

Município de Viana promove 10 trilhos até Santiago de Compostela para mais de 500 pessoas

Entre 18 de fevereiro e 22 de julho, a Câmara Municipal de Viana do Castelo vai promover um conjunto de dez trilhos até Santiago de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Entre 18 de fevereiro e 22 de julho, a Câmara Municipal de Viana do Castelo vai promover um conjunto de dez trilhos até Santiago de Compostela, garantindo o transporte até ao ponto de partida de cada etapa e o regresso a casa a mais de 500 pessoas. Maria José Guerreiro, responsável pelo pelouro da cultura na autarquia vianense, apresentou em conferência de imprensa, esta quarta-feira, os dez trilhos que vão ser percorridos, com distâncias diárias entre os 16 e os 25 quilómetros, para meia centena de participantes para cada percurso. A apresentação da iniciativa aconteceu em frente ao Hospital Velho, um espaço que foi construído durante o século XV, com o objetivo de prestar assistência a mercadores, peregrinos e viajantes. A responsável explicou que o Hospital Velho vai acolher um Centro de Interpretação dos Caminhos de Santiago, o que torna o local “ainda mais especial”.

A vereadora indicou que os trilhos que a autarquia vai promover serão uma oportunidade “para aqueles que nunca se atreveram a fazer os Caminhos de Santiago, por variadíssimas razões”. Maria José Guerreiro realçou que “temos muitas razões para poderem vir connosco, fazer ao longo de dez etapas os dez trilhos, o percurso de todo o Caminho, desde Viana do Castelo até Santiago de Compostela”. “A ideia é que a 22 de julho todos possam chegar a Santiago de Compostela, muito perto da data de Santiago”, afirmou.

“Todos os trilhos, todas estas caminhadas, serão feitas ao sábado, durante todo o dia, o que significa que a disponibilidade poderá aumentar para todos aqueles que nunca tiverem feito o percurso por não terem tempo. O município de Viana do Castelo vai dar uma ajuda enorme, porque nós partimos de um determinado local, de um determinado ponto, e vamos de autocarro até ao início da etapa seguinte. A partir daí fazemos a etapa a pé, até ao final, e no fim teremos também um autocarro para nos trazer de volta a Viana do Castelo”, explicou a responsável, dizendo que “isto significa que as pessoas não terão grandes gastos, apenas terão de levar a sua marmita, o seu farnel, aquilo que entenderem ser importante para repor as energias”.

“Serão grupos grandes, teremos sempre uma média de 50 pessoas inscritas, mas sabemos que há sempre outras pessoas que, apesar de não se inscreverem, nos querem acompanhar”, frisou a vereadora, dizendo que esta iniciativa quer “divulgar o Caminho Português pela Costa, que vai desde o Porto até Santiago de Compostela, neste caso partindo de Viana”.

O primeiro trilho acontece este sábado, 18 de fevereiro, percorrendo uma distância de 20 quilómetros entre Castelo de Neiva e Carreço. A primeira etapa começa na Igreja de Castelo de Neiva, o mais antigo templo consagrado a Santiago, fora do território espanhol.

No dia 11 de março será a vez do percurso entre Carreço e Caminha, também de 20 quilómetros, seguindo-se Caminha até Vila Nova de Cerveira, a 25 de março, com 16 quilómetros de caminhada. A 08 de abril acontece o caminho entre Cerveira e Valença e, a 22 de abril, o percurso é entre Valença e Porrinho, entrando assim em território espanhol. A 13 de maio a viagem é entre Porrinho e Redondela e, a 27 de maio, fazem-se os quilómetros entre Redondela e Pontevedra. A oitava etapa acontece a 10 de junho, entre Pontevedra e Caldas de Reis, a 24 de junho o trilho é entre Caldas de Reis e Padrón, sendo o percurso final a 22 de julho, entre Padrón e Santiago de Compostela, com o trilho mais longo, de 25 quilómetros.

O município vai distribuir credenciais, que podem ser preenchidas ao longo do Caminho, para que no final, quem quiser, possa apresentar-se no gabinete do peregrino e obter a “Compostela”, a prova de que fizeram todo o Caminho Português da Costa a pé. A autarquia vai abrir, cerca de uma semana antes, as inscrições para cada percurso, sendo que para o primeiro trilho o autocarro vianense já está esgotado.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts