FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Fev 2017

Utentes de centro de dia de Melgaço recriam carpeada para mostrar costumes da terra

É já esta quarta-feira, dia 22 de fevereiro, que os utentes do Centro de Dia de Castro Laboreiro, em Melgaço, vão recriar uma carpeada, processo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

É já esta quarta-feira, dia 22 de fevereiro, que os utentes do Centro de Dia de Castro Laboreiro, em Melgaço, vão recriar uma carpeada, processo que consiste na transformação da lã depois de tosquiada e lavada, até à obtenção do fio. A iniciativa acontece pelas 14h30, na Casa da Cultura de Melgaço, e pretende ser uma representação de usos e costumes das gentes de Castro Laboreiro.

Elisabete Lima, organizadora da ação, explicou que “antigamente, quando ainda o comunitarismo era uma prática constante, os vizinhos juntavam-se em casa uns dos outros para fazerem o processo de transformação da lã que, depois de lavada e seca, era preparada até obter o fio”, indicando que durante a carpeada “havia momentos de pausa onde as pessoas dançavam e no final tinham um pequeno lanche: pão com chocolate e uma maçã’.

Antes da recriação do momento, os utentes irão visualizar um documentário sobre Castro Laboreiro na década de 70. E para cumprir a tradição, a meio da carpeada haverá baile entre os participantes, seguindo-se depois um lanche. No âmbito desta tradição, a Casa da Cultura tem também patente a exposição temporária ‘O Ciclo da Lã’, até ao dia 01 de março.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts