FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Mar 2017

Freguesia de Alvarães cria 1,5 quilómetros de tapetes floridos para Procissão do Senhor dos Enfermos

Pelas 14h30 deste domingo, a população da freguesia de Alvarães, concelho de Viana do Castelo, sai à rua para prestar homenagem aos tapetes floridos previamente […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Pelas 14h30 deste domingo, a população da freguesia de Alvarães, concelho de Viana do Castelo, sai à rua para prestar homenagem aos tapetes floridos previamente concebidos para a Procissão do Senhor dos Enfermos. Domingo, mais uma vez a população da vila de Alvarães junta-se para cumprir a tradição de criar os tapetes floridos, tapetes que marcam o trajeto da Procissão do Senhor dos Enfermos. Pela manhã de domingo, são as pessoas das ruas onde passa a procissão que se unem e fazem os tapetes com pétalas, serrim colorido e outras verduras que são recolhidas por todos os vizinhos. Com organização, moldes e formas, cada rua vai colocando as pétalas e o serrim colorido a seu gosto. Aos tapetes de flores, juntam-se os “centros” com motivos religiosos.

Fernando Martins, autarca de Alvarães, explicou à Geice que os tapetes deverão ter cerca de 1,5 quilómetros de extensão. Apesar de a extensão dos tapetes ter vindo a diminuir ao longo dos anos, o responsável acredita que é importante “não deixar morrer a tradição”.

A Procissão do Senhor dos Enfermos acontece às 14h30, sempre no terceiro domingo da Quaresma. Como os doentes não podem ir à igreja comungar, o pároco leva o Senhor até às suas casas. Será o monsenhor António Gonçalves a percorrer cerca de três quilómetros na procissão, mas houve tempos em que tinha cerca de dez quilómetros para percorrer sempre a cantar e a rezar.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts