FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 07 Mar 2017

Obras de 230 mil euros vão requalificar espaço degradado na envolvente da EB2,3/S de Cerveira

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai intervir no espaço público envolvente à EB2,3/S do concelho, devido ao avançado estado de degradação urbanística, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai intervir no espaço público envolvente à EB2,3/S do concelho, devido ao avançado estado de degradação urbanística, ambiental e de acessibilidade A área a intervencionar corresponde a uma zona de grande afluxo diário pela presença do principal estabelecimento de ensino do concelho, mas também dos edifícios de comércio e de um elevado número de habitações. Localizada no centro da vila, a empreitada integra a 3ª fase da “Regeneração Urbana da Entrada Sul da Vila”, considerada fundamental para a revitalização e melhoria da atratividade de Vila Nova de Cerveira. A empreitada tem um preço base de 230 mil euros e uma execução de 90 dias.

O objetivo deste projeto é garantir condições de comodidade e segurança aos seus utilizadores, através da organização de todo aquele espaço, conferindo-lhe o máximo de funcionalidade, sem comprometer o seu enquadramento e equilíbrio entre a parte edificada e a envolvente natural e dotá-lo de todas as infraestruturas necessárias ao seu correto e eficiente funcionamento.

Após auscultação pública de moradores e/ou utilizadores, realizada em outubro passado, o projeto foi fechado com aprovação em reunião de câmara de 30 de novembro de 2016, e a empreitada de “Requalificação do Espaço Público Envolvente à EB2,3/S de Vila Nova de Cerveira” encontra-se em fase de procedimento de contratação pública, após publicação em Diário da República no final do mês de fevereiro.

A operação integra uma candidatura mais abrangente, dividida em três fases (duas já executadas), num investimento total de cerca de meio milhão de euros, com uma comparticipação do FEDER de 300 mil euros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts