FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 11 Mar 2017

Oito equinos capturados em Monção depois de queixas por causa de destruição de culturas agrícolas e plantações de vinha

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, a GNR/SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente), e a Câmara Municipal de Monção realizaram, na quinta-feira, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, a GNR/SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente), e a Câmara Municipal de Monção realizaram, na quinta-feira, uma ação conjunta de recolha e identificação de equinos que “andam” à solta nos montes. A ação conjunta da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, GNR/SEPNA e Câmara Municipal de Monção resultou na captura de oito fêmeas e aconteceu no no seguimento de várias queixas apresentadas pela população devido à destruição de culturas agrícolas e plantações de vinha provocadas pelos animais.

Nesta ação, que decorreu nos limites das freguesias de Moreira e Trute, as equipas começaram por fazer uma exploração ao terreno e escolher os melhores locais para se proceder à sua captura. Depois da primeira avaliação, foram estabelecidos perímetros de intervenção e colocadas grades nos locais previamente definidos. Deste trabalho coletivo resultou a recolha de oito fêmeas. Colocadas no interior do veículo para transporte de animais, foram registadas com as suas caraterísticas físicas e identificadas através da colocação de um microchip.

Esta operação, acompanhada pelo autarca local, Augusto Domingues, surge no seguimento de várias queixas apresentadas pela população do concelho devido à destruição de culturas agrícolas e plantações de vinha provocadas por estes animais errantes que, dizem os populares, entram pelos campos e devastam tudo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts