FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 23 Mar 2017

Relatório de Contas da Câmara de Viana destaca redução de 4,4 milhões no passivo e ano “excecional” no acolhimento empresarial

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vota esta sexta-feira o Relatório de Atividades e Documentos de Prestação de Contas de 2016 e um dos […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vota esta sexta-feira o Relatório de Atividades e Documentos de Prestação de Contas de 2016 e um dos destaques do documento aponta para a redução do Passivo Exigível Total de 4,4 milhões de euros em 2016 face ao ano anterior. Entre o ano 2010 e 2016 o passivo exigível total registou uma redução nominal de 12,4 milhões de euros, que corresponde a uma redução na ordem dos 35%.

A Receita Total do ano transato atingiu o valor de 55,8 milhões de euros, que, comparativamente ao ano de 2015, representa uma queda de 5,6 milhões de euros, explicada pela concessão das infraestruturas de água e águas residuais à empresa Águas do Norte, SA, cuja realização financeira no valor de 8,2 milhões de euros ocorreu em 2015. Já a Despesa Total do Município acompanhou a evolução da receita, atingindo no ano de 2016 os 55.7 milhões de euros.

A Taxa de Execução Orçamental voltou a aumentar comparativamente ao ano anterior, atingindo o valor de 84,3%, o mais elevado dos últimos sete anos. A Poupança Corrente tem apresentado valores muito positivos, com tendência de crescimento, que muito tem contribuído para o financiamento do Investimento Global (Câmara, Freguesias e Instituições) realizado no concelho.

Em 2016, refere ainda o Relatório, iniciaram as obras de modernização e eletrificação da Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo, tiveram início as obras de requalificação dos Serviços de Urgência do Hospital de Viana do Castelo, deu-se a aprovação do PEDU – Reabilitação Urbana de Viana do Castelo no montante de 17 milhões de euros, a aprovação da candidatura da Requalificação da Escola Frei Bartolomeu dos Mártires, a aprovação da Candidatura dos Resíduos Sólidos Urbanos/Compostagem no montante de 4 milhões de euros, e a aprovação da candidatura de redes de água e saneamento no valor de 3,9 milhões de euros.

A atividade de acolhimento empresarial teve, em 2016, um ano “excecional”, de acordo com o relatório, com a instalação do Contact Center da Altice, ampliação da Uchiyama, ampliação da Suavecel/Fortissue, nova unidade fabril da Mephisto, nova unidade fabril da Howa-Tramico, nova unidade fabril da Eurostyle, ampliação da Saertex, ampliação das instalações da KGS, novas instalações da Ovnitur, e novos projetos da Aludec, Eurosap, Keyma, Bontaz, Steep Plastique e Cadilha e Santos.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts