FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 17 Ago 2017

Promotores de tourada agendada para domingo avançaram com providência cautelar

Os promotores da tourada agendada para o próximo domingo, dia 20 de agosto, avançaram na segunda-feira com uma providência cautelar, antecipando assim o possível indeferimento […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Os promotores da tourada agendada para o próximo domingo, dia 20 de agosto, avançaram na segunda-feira com uma providência cautelar, antecipando assim o possível indeferimento por parte da Câmara Municipal de Viana do Castelo do pedido para instalação de uma arena amovível para a realização do espetáculo tauromáquico. José Carlos Durães, porta-voz do movimento “Vianenses pela Liberdade”, promotor da tourada marcada para domingo, disse à Geice que “a Câmara está a arranjar argumentos para não passar o licenciamento”. Refere que, “provavelmente hoje à tarde, haverá uma audiência entre nós e a Câmara””, acrescentando que “ão há motivos para a Câmara não passar a licença”,

A Câmara Municipal de Viana do Castelo confirmou esta quinta-feira ter “indeferido” o pedido para a instalação de uma arena num terreno da freguesia da Meadela. Luís Nobre, vereador com o pelouro dos licenciamentos, defendeu que “a solução proposta de instalação da praça e parque de estacionamento requer intervenção no terreno, a qual carece de apresentação de operação urbanística nos termos do Regime Jurídico de Urbanização e Edificação (RJUE) e acrescentou que “do ponto de vista da segurança relativamente à prevenção de incêndios florestais, dada a proximidade de um dos limites com a Zona Crítica da Serra de Santa Luzia, o local apresenta-se como um dos mais críticos do concelho”, indeferindo o pedido.

Já Ana Macedo, porta-voz de um grupo anti-tourada que agendou para domingo uma manifestação pacífica, disse que Viana do Castelo está a ser “humilhada”. “A lei, para este tipo de situações, é como se não existisse. Sabemos que a Câmara fez o indeferimento, mas sabemos que neste momento já estão a montar a arena”, lamentou. “Mais uma vez, é a total ilegalidade que é apanágio desta atividade estranha. Vamos organizar a manifestação e vamos estar lá a demonstrar o nosso desagrado por, mais uma vez, Viana estar a ser humilhada”, rematou.  O grupo de ativistas pretende promover uma manifestação pacífica, no domingo, na Meadela, próximo do local onde está prevista a tourada.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts