FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Nov 2017

Câmara de Viana investe 330 mil euros na modernização do portinho de Castelo de Neiva

A Câmara Municipal de Viana do Castelo deliberou apoiar com mais de 330 mil euros a modernização do portinho de pesca da freguesia de Castelo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Viana do Castelo deliberou apoiar com mais de 330 mil euros a modernização do portinho de pesca da freguesia de Castelo de Neiva. O apoio à empreitada, responsabilidade da sociedade Polis Litoral Norte, foi aprovado por unanimidade, esta quinta-feira, em reunião de executivo. O protocolo de cooperação financeira que será estabelecido entre a autarquia e a Polis Litoral Norte estabelece um apoio de 337.729 euros por parte da Câmara Municipal.
A empreitada está atualmente em fase de análise de propostas e a contratação deverá acontecer este mês, sendo que os trabalhos deverão estar concluídos até novembro de 2018. Esta será uma intervenção superior a 2,1 milhões de euros, financiada em 75% por fundos do Programa Operacional Mar 2020. Também a Docapesca deverá investir 200 mil euros nesta obra, com a construção de uma nova lota. A empreitada “visa a melhoria do funcionamento da atividade piscatória” atualmente “a funcionar de modo desorganizado”, segundo a sociedade. O projeto da empreitada inclui a “substituição dos armazéns de aprestos existentes por novas construções, devidamente infraestruturadas, dispostas de modo a conferir melhores condições de trabalho para os pescadores”.

Prevê ainda a construção de “uma oficina de reparação de embarcações, um posto de abastecimento de combustível para as embarcações, locais para a recolha seletiva de resíduos, um novo guincho na rampa de acesso, e o aumento e reorganização das zonas de trânsito e aparcamento das embarcações de pesca em terra” e a criação de “uma área para manuseamento, lavagem e reparação das artes da pesca e beneficiar toda a rede de infraestruturas básicas, estando também previstos trabalhos de recuperação da zona dunar, integrada na área de jurisdição portuária”.

“A construção da nova lota será objeto de um procedimento autónomo, uma vez que o respetivo projeto ainda se encontra em fase de conclusão, prevendo-se a contratação dos trabalhos em maio de 2018 e a sua conclusão em novembro desse mesmo ano”, frisa o documento.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts