FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Dez 2017

250 queixas levam Câmara de Cerveira a analisar deficiente cobertura de rede móvel nas freguesias

Depois de receber um abaixo assinado com 250 signatários da parte da Junta de Freguesia de Sopo por causa da inexistência de cobertura de rede […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Depois de receber um abaixo assinado com 250 signatários da parte da Junta de Freguesia de Sopo por causa da inexistência de cobertura de rede móvel naquela localidade, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai fazer um levantamento de outras áreas do concelho com o mesmo problema para, posteriormente, ser solicitada uma reunião à ANACOM. Na fundamentação que serve de base ao abaixo-assinado, a Junta de Freguesia de Sopo sublinha que “os transtornos provocados no dia a dia são difíceis de quantificar” e que “a falta de respeito das empresas prestadoras de serviços para com os clientes de Sopo é gritante”, o que originou este documento “revelador do descontentamento”.

Apesar de elaboradas sucessivas reclamações/alertas junto das operadoras e da ANACOM, a Junta de Freguesia realça que “a conversa de surdos mantida com estas entidades não tem surtido qualquer efeito”, solicitando agora a intervenção da Câmara Municipal.

Pela importância desta exposição, o Município de Vila Nova de Cerveira vai proceder à elaboração de um levantamento mais alargado e exaustivo junto das várias freguesias, de forma a perceber que outros pontos do concelho estão a ser afetados pelo mesmo problema de cobertura de rede móvel. O objetivo, de acordo com o edil cerveirense, Fernando Nogueira, é ter um dossier completo e fundamentado para solicitar uma reunião à ANACOM para debater esta situação. Entretanto, o abaixo assinado com cerca de 250 signatários vai ser reencaminhado para conhecimento da ANACOM.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts