ARDAL vence prémio nacional da Missão Continente com projeto “Sabores do Parque” | Rádio Geice
FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR

Categoria

22 Mar 2018

ARDAL vence prémio nacional da Missão Continente com projeto “Sabores do Parque”

Pedro Xavier

Acessibilidade

T+

T-

Contraste Contraste
Ouvir
A ARDAL – Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima venceu um prémio nacional da Missão Continente que pretendia identificar, selecionar e apoiar projetos de […]

A ARDAL – Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima venceu um prémio nacional da Missão Continente que pretendia identificar, selecionar e apoiar projetos de âmbito local ou nacional, relacionados com a Alimentação, nas áreas da Alimentação Saudável, Desperdício Alimentar ou Inclusão Social. A ARDAL concorreu na categoria de Alimentação Saudável, com o projeto “Sabores do Parque”, que está a ser desenvolvido no Centro de Promoção e Valorização dos Produtos Locais, localizado na Porta do Mezio.

De acordo com comunicado da autarquia de Arcos de Valdevez, “este prémio, de nível nacional, vem confirmar o excelente trabalho que tem sido realizado ao nível da promoção e divulgação do Parque Nacional Peneda-Gerês, da oferta de produtos locais, atividades e programas de turismo de natureza e ambiente e das parcerias estabelecidas com os vários produtores e operadores turísticos da região”.

O projeto da ARDAL pretende incrementar um modelo de comércio justo ao nível local capaz de garantir sustentabilidade económica aos pequenos produtores em atividade no Parque Nacional da Peneda-Gerês, salvaguardar a agrobiodiversidade e promover hábitos de consumo saudáveis junto da comunidade. Para isso, recorre ao Banco Português de Germoplasma como fornecedor de material genético certificado aos pequenos agricultores aderentes. Estes multiplicam esse material genético produzindo produtos autóctones ou variedades regionais de elevada qualidade que sustentam a cadeia curta de comércio de frescos, as pequenas indústrias transformadoras e ainda contribuem para a manutenção das cadeias tróficas no ecossistema.

O modelo usufrui do elevado fluxo de turistas, das atividades de educação ambiental promovidas naquela área protegida junto da comunidade escolar e das estruturas existentes para promoção dos produtos locais. Este projeto revela-se de capital importância para a manutenção da pequena agricultura familiar naquele espaço geográfico cuja sustentabilidade económica, social e ambiental depende de um modelo disruptivo que promova o consumo de produtos locais e a remuneração justa dos produtores.

Os projetos do concurso nacional foram avaliados através de uma votação pública e por um júri constituído por diversas entidades.

Últimas Noticias

Últimos Podcasts

online casino Portugal