FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Mar 2018

The Legendary Tigerman e Sean Riley vão eletrizar Arcos de Valdevez na sexta-feira

O festival Sons de Vez segue esta sexta-feira, com os concertos de The Legendary Tigerman e Sean Riley, no auditório da Casa das Artes de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O festival Sons de Vez segue esta sexta-feira, com os concertos de The Legendary Tigerman e Sean Riley, no auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez, com início previsto para as 23 horas. Conhecido como “primeiro festival do ano”, este ciclo arrancou em fevereiro com atuação de Carlão e tem tido várias casas cheias até agora.

The Legendary Tigerman, alter-ego de Paulo Furtado, é o típico one-man-band. Sozinho, Tigerman explora o mundo do Blues e do Rock n’ Roll puro, inspirando-se nas sonoridades particulares vindas diretamente do Mississippi. Em Arcos de Valdevez, The Legendary Tigerman quer acordar a fera com temas de Misfit, trabalho mais recente deste artista.

Antes disso, é Sean Riley que vai ocupar o palco do auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez. Este artista português, que tem vindo a acompanhar The Legendary Tigerman nesta digressão, é mais conhecido por atuar em companhia dos Slowriders, mas desta vez exibe-se a solo para apresentar o primeiro trabalho individual, intitulado “Califórnia”. Sean Riley vem substituir os Pedro e os Lobos que, por motivos pessoais, foram deslocados para as Noites do Paço, que se vão realizar em julho e agosto.

No fim de semana seguinte, a 17, será a vez dos Anaquim de iluminar o palco arcuense, com música leve inspirada nos cantautores portugueses ligados à revolução, na canção francesa, na música country e, ainda, no blue grass. Recentemente, lançaram um título novo, “Um Dia Destes”. Os Anaquim serão antecedidos por Ricardo Azevedo, projeto a solo do ex-vocalista dos EZ Special, que divulgou há pouco um quarto álbum, chamado “Kaizen”.

A tarefa de encerrar o festival Sons de Vez, a 24 de março, é dos bracarenses This Penguin Can Fly, com primeira parte dos Carolina Drama, conjunto da terra. A música dos bracarenses destaca-se pelo post-rock clássico misturado com riffs de guitarra pautados pela agressividade que se sobrepõem entre ritmos dançáveis que dão corpo à música que interpretam. Os This Penguin Can Fly substituem assim os The Last Internationale, inicialmente previstos para fechar este ciclo, mas a banda teve que adiar o concerto em Arcos de Valdevez devido à intensidade da atual digressão no Japão que estão a realizar.

Segundo a bilheteira oficial do Sons de Vez, ainda há cerca de um quarto dos bilhetes totais disponíveis para a atuação desta sexta-feira. O custo é de 15 euros e inclui a oferta do CD de The Legendary Tigerman.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts