FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 22 Mai 2018

Viana do Castelo: Projeto da autarquia para promover coesão e inclusão social envolve mais de 700 pessoas

A Câmara Municipal de Viana do Castelo lançou o projeto “Ensinar o Coração” tendo como objetivo identificar as forças e potencialidades da comunidade e dos […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Viana do Castelo lançou o projeto “Ensinar o Coração” tendo como objetivo identificar as forças e potencialidades da comunidade e dos seus agentes para, de uma forma positiva, contribuir para uma maior coesão e inclusão social, numa perspetiva de prevenção e/ou superação.

Serão mais de 700 pessoas, entre pais, professores e alunos de escolas do concelho de Viana do Castelo envolvidas neste projeto promovido pela Câmara de Viana do Castelo, em parceria com o Gabinete de Atendimento à Família (GAF) e a Sociedade de Instrução e Recreio Darquense.

 Este projeto social pretende promover a inclusão, a coesão e o desenvolvimento das populações mais fragilizadas do concelho. “Ensinar o Coração” foi alvo de uma candidatura denominada “Intervir, Inovar, Capacitar” do Programa Operacional Regional – Norte 2020 e vem de encontro aos objetivos estratégicos definidos no PAICD/PEDU de Viana do Castelo, surgindo da necessidade de colmatar as fraturas sociais e territoriais do concelho. Para tal, a Câmara Municipal tem como parceiros o Gabinete de Atendimento à Família (GAF) e a Sociedade de Instrução e Recreio Darquense (SIRD).

O “Ensinar o Coração”, apresentado em conferência de imprensa no terraço da biblioteca municipal, pela vereadora da coesão social, juventude, voluntariado e serviços urbanos, Carlota Borges, resulta de uma candidatura de 160 mil euros apresentada pelas três entidades parceiras, aos fundos do Portugal 2020.

C

arlota Borges explicou que o objetivo passa por identificar as forças e potencialidades da comunidade e dos seus agentes para, de uma forma positiva, contribuir para uma maior coesão e inclusão social, numa perspetiva de prevenção e/ou superação.

O projeto já começou a ser desenvolvido pela SIRD, com a ação designada Intervenção pela Arte, envolvendo mais de 30 pessoas.

A inovação e a criatividade, assentes numa atitude positiva e colaborativa, pretendem ser o mote para as diferentes atividades que compõem este projeto. À autarquia caberá a promoção de Ações de Capacitação para a Parentalidade Positiva, através dos quais se pretende fornecer aos pais ou aos prestadores de cuidados os conhecimentos e estratégias que ajudem a promover o desenvolvimento da criança.

O município vianense vai também promover Laboratórios de Inovação Social com o objetivo de desenvolver workshops e projetos inovadores que envolvam agentes locais de diferentes áreas e que se unam para contribuir para a resolução de desafios sociais.

O Gabinete de Atendimento à Família tem como missão a Alfabetização Afetiva, que envolve a prevenção primária da violência de género, na educação pré-escolar, que pretende construir e aplicar, em colaboração com os agentes educativos, um programa inovador de promoção da cidadania e não discriminação. Já a Sociedade de Instrução e Recreio Darquense, situada na vila de Darque, está envolvida na Intervenção pela Arte, através da metodologia da intervenção pedagógica ligada às artes de palco.

Fotos: Ricardo Sousa

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts