FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 22 Jun 2018

Arcos de Valdevez festeja 37 anos do seu clube de Rugby

O CRAV – Clube de Rugby de Arcos de Valdevez, esteve de parabéns ao completar o seu trigésimo sétimo aniversário (1981-2018). Estão, portanto, decorridos 37 […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O CRAV – Clube de Rugby de Arcos de Valdevez, esteve de parabéns ao completar o seu trigésimo sétimo aniversário (1981-2018). Estão, portanto, decorridos 37 anos desde a sua fundação, motivada por um punhado de jovens arcuenses que admiravam o rugby como desporto de competição. Desde então, a sua história está repleta de êxitos e de muitas conquistas, sendo que a mais recente foi a obtenção do título de campeão nacional da 1.ª divisão 2017/2018, o que lhe dará direito de, na próxima época, estar entre os maiores do rugby nacional.

Um amplo salão de festas de uma unidade hoteleira da Vila arcoense acolheu cerca de 400 convidados, autoridades locais e atletas, para participar no jantar/festa de aniversário. À chegada, dois jovens “ardinas” vestidos a preceito, ofereciam a última edição do jornal do clube “O Ensaio”.

 O presidente desta instituição, Fernando Manso, deu as boas vidas e enumerou alguns dos momentos mais marcantes da vida do CRAV e dos diversos escalões, que vão desde os sub/8 até aos seniores, e ao “regresso” da equipa feminina, depois de um curto hiato de tempo: “somos a maior e mais antiga instituição desportiva do concelho, o que implica maior responsabilidade e dinâmica de trabalho, pelo que deixamos uma palavra de apreço e gratidão para aqueles que no dia-a-dia contribuem para o sucesso, ou seja, os atletas, treinadores e seccionistas, que são parte integrante desta família”.

O presidente da autarquia, João Manuel Esteves, fez alusão “ao excelente trabalho que o CRAV promove junto dos mais jovens, com especial incidência na sua formação como atletas e futuros homens. E é isso que torna este clube diferenciador em termos de objetivos desportivos, pelo que o título de “capital do rugby nortenho” que lhe está associado o seja de pleno direito”.

O momento alto da noite foi a entrega do galardão mais importante do clube, denominado “Prémio Júlio Faria” tendo a escolha do júri sido unânime atribuindo-o ao ex-atleta Gil Gonçalves, o qual, como médico, continua a dar a sua colaboração ao clube. A entrega esteve a cargo do patrono deste prémio.

A finalizar, foi apresentado o mascote do clube, “O cravito”, cantaram-se, em uníssono, os Parabéns, sopraram-se as 37 velas e brindou-se aos êxitos e ao futuro auspicioso, com os desejos de longa vida para o CRAV. A festa prosseguiu, depois, pela noite dentro.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts