FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 18 Ago 2018

Traje à Vianesa “muito bem encaminhado” para alcançar classificação da UNESCO

O ministro da Cultura referiu hoje que a classificação do Traje à Vianesa como património da Unesco “está muito, muito bem encaminhada”. “O traje vianense […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O ministro da Cultura referiu hoje que a classificação do Traje à Vianesa como património da Unesco “está muito, muito bem encaminhada”.

“O traje vianense está muito, muito bem encaminhado. Tem todas as condições para entrar na lista indicativa que é o primeiro passo para se poder candidatar a património da Unesco”, afirmou Luís Filipe Castro Mendes, no final do cortejo histórico-etnográfico.

Questionado pelos jornalistas, o governante explicou que a lista indicativa é feita pela Direção Geral do Património Cultural e, depois, avaliada Conselho Nacional de Cultura.

“Depois de ser inscrita na lista indicativa entra para a Comissão Nacional da Unesco, que está no âmbito do Ministério dos Negócios Estrangeiros e começa o seu caminho no sentido de consolidar uma candidatura” referiu, avisando, por já ter sido embaixador da Unesco, que “mesmo que se tenha um bem muito valioso é preciso trabalhar muito bem a candidatura”.

“O traje de Viana está nas nossas prioridades mas há análises a serem feitas por peritos independentes e especialistas. Penso que é um projeto que está no bom caminho”, destacou.

Luís Filipe Castro Mendes referiu que neste processo o “Ministério da Cultura faz apenas a integração do bem na lista indicativa, reconhecendo que o bem tem interesse e merece ser classificado”.

“A partir daí é um processo internacional. É apresentar a candidatura junto da Unesco e ganhá-la”, reforçou.

Já quanto à classificação da Ponte Eiffel sobre o rio Lima, que em junho completou 140 anos, como monumento nacional, como aspira a Câmara da capital do Alto Minho, o ministro da Cultura disse que o processo “merece atenção” do Governo.

“A ponte Eiffel merece a nossa atenção. É interessante. O traje à Vianesa é único. Pontes do Eiffel há muitas. Este é exemplar muito interessante, muito valioso, merece, sem dúvida uma classificação mas eu penso que o grande valor aqui é o traje de Viana do Castelo que é uma maravilha”, referiu, na tribuna de honra onde assistiu ao cortejo, envergando a camisa do traje de Viana do Castelo.

Dedicado aos 140 anos da Ponte Eiffel e aos 50 anos da procissão ao mar, que se cumpre na segunda-feira, o cortejo contou com participação de mais de 3.000 pessoas.

A Vianafestas, entidade que organiza a Romaria d’Agonia, “esgotou os mais de 5.000 bilhetes que tinha disponíveis para o desfile.

O Presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, estimou em cerca de um milhão o número de visitantes que a cidade irá acolher nos quatro dias de festa.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts